Discussão: Aleph, O Louco ou o Mago?

Lorkshem quase 9 anos

Enqaunto Crowley associa Aleph ao Louco, Levi parece associa-lo ao Mago.

O sistema de crowley parece mais logico já que o "zero" vem antes do "um" matematica e logicamente...

Essa modificação não altera todo resto?

Dyulax quase 9 anos

Pode ser que a relação que ele viu entre Aleph e o Mago é que o primeiro vale 1 e o segundo é o Atu 1, mas vai saber. Ele relaciona O Louco a outra letra, ou só fez essa mênção "meio solta" no livro? Aliás, de onde é o comentário?

Lorkshem quase 9 anos

Nos capítulos do Dogma de Levi ele associa cada capítulo a um assunto correspondente a cada letra hebraica e a cada carta do tarô. Mas também há outro trecho do livro que ele associa ALeph ao Mago. Assim que achar posto aqui!

Aluvaia mais de 8 anos

Eu já li a respeito. Lévi diz que a figura do mago com um braço apontando para o céu e o outro para a terra esta desenhada desta forma porque assim assemelha-se ao Aleph. Já ao Louco ele associa a letra Schin, letra que Crowley associa a à carta O Aeon.

Lorkshem mais de 8 anos

Interessante lembrar que mesmo Aleph sendo associado ao Louco, o numero de Aleph eh um e o numero do Arcano o Louco eh zero!

Tibuda mais de 8 anos

Essa mudança de Aleph para o Louco já era feita pela G:.D:., então não foi só o Crowley. Veja a Quarta Preleção de Conhecimento (pg 88 da edição da Madras de A Golden Dawn). Justiça e Força também são trocadas pela G:.D:., mas não sei se no tarô de Crowley tem essa mudança.

Aluvaia mais de 8 anos

No tarô de Crowley a VIII carta é O Ajustamento, associada à letra Lamed, e a carta XI é a carta da Volúpia que substitui a carta A Força. Ela é associada à letra Theth.

Lorkshem mais de 8 anos

Realmente essa associação eh bastante antiga sim...

Inclusive crowley alem de trocar as cartas de libra e leao em torno do eixo de virgem.

Tambem troca aries(imperador) por aquario(estrela) em torno do eixo de peixes.

Aluvaia mais de 8 anos

E o que isso significa praticamente em termos de associações feitas às cartas no momento da interpretação destas?

Lorkshem mais de 8 anos

Isso dependerá da carta!

Com sua associação outra letra hebraica provavelmente seu significado sera alterado!

A Estrela sendo associada a he por exemplo eh mais facilmente identificada com Nuit ou o aspecto feminino do Tetragrammaton. Ja que he representa os aspectos femininos que se repetem em Binah e em Malchut

Lorkshem mais de 8 anos

Mas o significado so eh levemente alterado ja que nao são mudadas as atribuições zodiacais.

Apenas as atribuições às letras hebraicas são trocadas.

Cada letra hebraica tem um significado, por exemplo:

Lamed: L - Atraves do equilibrio M - e do auto sacrificio D - esta o portal

Mais referencias podem ser encontrada em Liber LVIII

ALP. A Condenação Estúpida é ruim.

BITh. O Trapacear com o Segredo do Universo.

GML. O Sagrado Anjo Guardião obrigado ao Auto-sacrifício e ao Equilíbrio.

DLTh. A Porta do Equilíbrio do Universo. (Note D, o highest do caminho recíproco.)

HH. A Mãe é a Filha e a Filha é a Mãe.

VV. O Filho é (mas) o Filho. (Estas duas letras mostram a verdadeira doutrina da

Iniciação dada em Líber 418; oposta do exorcismo protestante.)

ZIN. A resposta dos Oráculos encontra-se sempre na Morte.

ChITh. O Carro do Segredo do Universo.

TITh. Ela que Rege a Força Oculta do Universo.

IVD. O Segredo da Porta da Iniciação.

KP. Nos Risos há Guerra.

LMD. A Porta pelo Equilíbrio e Auto-sacrifício.

MIM. O Segredo encontra-se escondido entre as Águas de Cima e as Águas de Baixo.

(Símbolo, a Arca contém o segredo da Vida nascido do seio dilúvio debaixo da nuvem.)

NVM. A Iniciação é aguardada em ambos os lados pela Morte.

SMK. O Autocontrole e o Auto-sacrifício Governam a Roda.

OIN. O Segredo da Geração é a Morte.

PH. A Força do Altíssimo.

TzDI. Na Estrela encontra-se a Porta para o Santuário.

QVP. Ilusória é a Iniciação da Desordem.

RISh. No Sol (Osíris) encontra-se o Segredo do Espírito.

ShIN. A Ressurreição encontra-se oculta na Morte.

ThV. O Universo é o Hexagrama.

fonte:http://www.cursosdemagia.com.br/liberLVIII.pdf

Lorkshem mais de 8 anos

Muito bom o site Walberta!

Fala exatamente sobre o que estamos falando no topico.

Eu que agradeco a contribuicao.

Kleber antunes mais de 8 anos

Aluvaia e Lorkshem, saudações fraternas

Interessantíssimo o debate, digno de palmas.

Gostaria de lembrar que Aleph, essencialmente nos remete ao número um, que consequentemente nos faz pensar na unidade. A unidade se deu, depois do ain soph auer, pelo pensamento coordenado, a vontade direcionada e o desejo implícito do destruimento do caos.

Ora, se o caos foi destruído pela basificação do universo e houve com isso a disseminação da ordem, do verbo, que trouxe consigo a forma perfeita, penso eu ser pouco provável que o número correspondente a esse fenômeno tão maravilhoso (digo cabalísticamente) nos remeta ao louco, mesmo porque, o louco é aquele, dentre outras razões, que não conseguiu coordenar suas vontades e pensamentos ou não conseguiu interpretar a luz arquétipica que buscou ou que foi submetido.

Gostaria de encerrar votos de profundo respeitos a vcs dois, que me demonstram o estudo aprofundado, característica reservada não aos iniciados, mas àqueles que conheceram a verdadeira iniciação.

Kleber Antunes.'.

Kleber antunes mais de 8 anos

Aluvaia e Lorkshem, saudações fraternas

Interessantíssimo o debate, digno de palmas.

Gostaria de lembrar que Aleph, essencialmente nos remete ao número um, que consequentemente nos faz pensar na unidade. A unidade se deu, depois do ain soph auer, pelo pensamento coordenado, a vontade direcionada e o desejo implícito do destruimento do caos.

Ora, se o caos foi destruído pela basificação do universo e houve com isso a disseminação da ordem, do verbo, que trouxe consigo a forma perfeita, penso eu ser pouco provável que o número correspondente a esse fenômeno tão maravilhoso (digo cabalísticamente) nos remeta ao louco, mesmo porque, o louco é aquele, dentre outras razões, que não conseguiu coordenar suas vontades e pensamentos ou não conseguiu interpretar a luz arquétipica que buscou ou que foi submetido.

Gostaria de encerrar votos de profundo respeitos a vcs dois, que me demonstram o estudo aprofundado, característica reservada não aos iniciados, mas àqueles que conheceram a verdadeira iniciação.

Kleber Antunes.'.

Aluvaia mais de 8 anos

Caro Kleber

Primeiramente gostaria de dizer que o meu conhecimento sobre cabala e tarot é absolutamente superficial, me aplaudir por conta disso é no mínimo um equívoco. Ainda que estes sejam assuntos que me fascinem ainda deixo muito a desejar.

Já o Lorkshem inegavelmente é um "monstro" devorador de informações e associações, ele sim é o dono do tópico e do crédito.

E já que você mencionou acho que é oportuno citar uma pequena discordância... [:D]

Na minha opinião caos não é desordem. Caos é latência.

Primeiramente acredito que houve uma ordenação parcial do caos e eventualmente possa ocorrer uma caotificação da ordem. Isso tanto no Universo como também na vida da gente... Uma moeda, duas faces, sua vez de jogar.

Vejo o caos como um estado de "nâo ser" que pode "vir a ser". Todo receptivo a qualquer influência que o fecunde.

E também creio que o louco não seja um arquétipo de uma força limitada ou submetida, ao contrário... o louco tráz o frescor do começo da jornada. Impetuosidade irresponsável, destemor, vitalidade, alegria, inocência, desapego, pureza...

E o louco é caos sim, com todas as suas possibilidades infinitas. [8-)]

Ah, e o respeito é mútuo, querendo trocar uma idéia "estamos aí". [;)]

aluvaia

Chania schinaider-eu mais de 8 anos

Eu Sou o que Sou, Sou o primeiro e o último, sou o alfa e o ômega, Sou o louco do 0 e do 22, também sou conhecido como Coringa, o bobo. Sou então o que anda em todo os aspectos da Vida, Sou o amor que então é a base de toda Vida. Estou em todas as simbólicas cartas do tarô e também em todos os ciclos ou dobras da serpente. Sou também o que não é visto ou entendido, sou Aleph ou tanto faz. Dizer de mim é dizer de tudo e de nada. Por isto estou aqui e ali e Sou tantas vezes trocado de lugar, estando porém sempre em todos os lugares. Dizer de mim é dizer de todos os símbolos e de toda a Vida. Sim, Sou também o Mago, o magista, o profeta e o iniciado, Sou tudo. Sou também todas as representações de Mim mesmo como gráficos e templos, Sou Atlântida e Sou o Tabernáculo sagrado, Sou também a besta simbólica e Sou o Cristo, Sou também o homem. Disseram de mim como números ou gráficos alternados, onde em cada um Sou de um jeito, hora sou 418, hora 666, hora sou 22 e hora Sou nada, também sou 18.000 côvados da Cidade Santa, a Nova Jerusalém, sou Babalon e sou a Virgem Maria. Sou tudo, também Sou as quatro rodas de Ezequiel e estou no meio dos Quatro. Sou Malkut e Kether e Sou toda a Árvore Sagrada da Vida e da cabala.

Porém dizer isso é fácil para aquele que entende um pouco a mais e também tão pouco, mas torna-se sempre complicado de entender, então dizem que é bobo, sim sou o bobo, já o disse.

Mas também sei dizer de forma quase ininteligível, mas a forma que a maioria conhece, ou seja o jeito simbólico de sempre que então torna-se o mesmo, quase ninguém entende. Por isto sou o louco, o não entendido. Sou o bobo, porque também o que só diz supostas besteiras. Mas a outros Sou o mago, o que faz sua magia, que também, quase não é entendida. Então direi Ser o amor sempre, o tão colocado por muitos.

Também me coloquei como três dimensões: matéria, energia e pensamento ou espírito, e então sou mais entendível, pois assim é menos complicado. Sou a semente de Malkut a entrar em outros planos, porém como Malkut Sou o mesmo sistema trino, onde disse que cada simbólica sefirá é também outra ou a mesma árvore cabala. Então dizem que é bobo, pois então Sou só o mesmo louco ou bobo a dizer asneiras.

Alvieirajr mais de 4 anos

Achei interessante a colocação de "chania schinaider-eu". Atualmente acho que faz mais sentido associar "O Louco" a Aleph, já que a unidade pode ser qualquer coisa, até o Universo. A Consciência Pura (Purusha) se condiciona a se manifestar de diferentes formas em Prakrti.

Alvieirajr mais de 4 anos

É interessante a associação com a ideia de Louco, um louco confunde-se com algo que ele não é. É muito semelhante a ideia de Avidya (Ignorância) da Yoga, onde a Consciência Pura (Purusa) se identifica com a Consciência condicionada (A Consciência pura se expressando através de veículos). Isso pode levar a pensar que O Louco pode ter a consciência de ser qualquer coisa menos a consciência de si mesmo de forma pura. Já a Consciência Pura "percebendo a si mesma" (Dharma-Mega-Samadhi) não sei se possui algum Atu associado.

Walberta quase 4 anos

Hahaha ou então é o gorpo do desenho do he-man. Entendeu? É um truque de mágica :) brincadeirinha...