Discussão: Elementais encarnados

Aluvaia mais de 8 anos

Motta em seu livro "Ataque e Defesa Astral" cita (assim como Dione Fortune já o havia feito) a existência de elementais encarnados em corpos humanos.

Ambos sugerem que essas criaturas são seres desprovidos do senso normal que os sentimentos tem para a maioria de nós, desprovidos de culpa e com uma moral toda particular, tenderiam a um comportamento tido por muitos como "indecoroso", incapazes de entender como nos sentimos em determinadas situações triviais.

Sendo criaturas de natureza diferente da nossa, ou melhor dizendo, de natureza parcial ao contrário de nós que somos complexos, eles seriam inclinados ao desequilíbrio quando encarnados em um corpo humano.

Dados estes sintomas pelos quais se poderia descrever um elemental na forma humana, não consigo deixar de ver uma certa identificação com o que se habituou chamar de "psicopatia". Não necessariamente o estereótipo do psicopata que sai matando todo mundo, mas da pessoa que não sente o mundo como a maioria das outras e segue uma ética toda própria e apresenta um comportamento sem culpabilidade aparente e muitas vezes desprovida até de medo.

Alguém concorda? Discorda? Tem mais informações a respeito dessa curiosa forma de uma humanidade "alternativa"?

Viciousfae mais de 3 anos

As semelhanças são grandes, mas creio eu que elementais encarnados são diferentes dos psicopatas no quesito "propósito*. Psicopatas agem de acordo com suas regras, mas sempre com um objetivo em mente e estando cientes de que isso poderá machucar alguém de diversas formas, ao contrário dos Elementais que muitas vezes nem se dão conta do quanto certas ações afetam negativamente pessoas próximas. O único traço em comum é não se importar, de qualquer forma. Psicopatas são incapazes de sentir algo, e Elementais Encarnados as vezes sentem até demais, e tem muita oscilação de humor, raramente são calmos e comedidos como os psicopatas. Elementais Encarnados não são atores na vida, pelo contrário, são sempre verdadeiros com seus instintos e seu Sef, e justamente por isso não se adaptam a um emprego fixo por exemplo.

Viciousfae mais de 3 anos

Falo por experiência própria como Elemental Encarnado. Nunca conheci outros pra discutir sobre o assunto.

Ryann mais de 3 anos

Viciousfae, você se lembra da sua vida passada como elemental antes de encarnar?

Se sim pode descrever um pouco o que fazia, suas funções e como é o mundo dos elementais?

Viciousfae mais de 3 anos

Ryann, ainda estou tentando fazer regressões pra saber mais sobre isso. Tudo que eu sei até agora é que sou um elemental do ar, um tipo de Fada. Não aquelas fadas pequenas de jardim, uma das grandes, tipo os Sidhe.

Viciousfae mais de 3 anos

É complicado fazer regressões sendo elemental, porque nosso "sistema de reencarnação" não é o mesmo que o humano. Na verdade eu nem tenho certeza se o fato de eu estar neste plano em um corpo humano é algo normal. Elementais Encarnados não têm exatamente uma alma, e sim a essência que forma um Elemental (essência que em um humano seria considerado o Self). Ou seja, independente de eu estar neste corpo, provavelmente eu não vou deixar um fantasma, ou impressão após a morte dessa casca física, vou voltar pra minha dimensão, apenas.

Ryann mais de 3 anos

Entendi um pouco a situação, acho que está ligado com a Monada e a evolução dos seres do reino mineral para o vegetal dai para o animal e assim por diante.

Acho que esse vídeo pode te orientar um pouco sobree o assunto:

https://www.youtube.com/watch?v=IBXkuRexLjs

(minha net ta um lixo como sempre, já virou clichê eu falar isso aqui XD)

Viciousfae mais de 3 anos

O vídeo é interessante. Mas ele fala sobre evolução, até chegar na alma humana e etc.
No caso de um elemental encarnado não é isso que ocorre.
Eu não tenho alma humana dentro do corpo físico. Sou um elemental dentro de um corpo humano. Se essa evolução apresentada no video prossegue, eu seria um humano comum, microcosmo, com os quatro elementos girando em torno do centro, mas no caso eu tenho afinidade apenas com um elemento, no caso o Ar, e nenhum controle sobre os outros três. Tenho outros instintos, outra natureza, outra ética e moral.

Ryann mais de 3 anos

Aproveite sua condição de "humano zumbi elemental" então, tente compreender todas as coisas e pode achar um propósito desta encarnação.

A complexibilidade do assunto se refere aos mistérios da vida, encarnação do Absoluto e seu universo Maya (que tem principio e fim)

Saia logo da maldita roda de Samsara, por mais que não acredite você já entrou nela...

Viciousfae mais de 3 anos

É meu maior objetivo sair desta roda

Venus667 mais de 3 anos

Eu ainda não tinha tido nenhum contato com este assunto, mas é um assunto que muito me interessa, pois sinto que tenho uma crescente vontade de morrer.
Não de cometer suicídio, mas sim de me desprender dessa roda e voltar à me unir ao Todo.
Não tenho pensamentos mórbidos, muito pelo contrário, amo viver, amo as condições nas quais me encontro aqui na Terra e sinto muita empatia por todos os seres vivos, apesar de não me sentir bem quando estou cercada de pessoas.
Sinto que não me encaixo na atual sociedade e às vezes chego a achar que preciso ajudar a todos, para que todos possam enxergar a Verdadeira Beleza que é viver e ter a chance de tomar suas próprias decisões e fabricar/engrandecer seu próprio espírito para que desta forma, o mundo se torne mais populado de pessoas despertas, amáveis e empáticas.

Venus667 mais de 3 anos

viciousfae, o que deve ser observado para chegar à conclusão de que uma pessoa é um elemental encarnado?

Aluvaia mais de 3 anos

Caros amigos...

Como fui eu quem iniciou esse tópico há cerca de 5 anos, meio que me sinto responsável pela celeuma ora incitada, assim sendo, permitam-me dar uma atualizada na minha própria opinião sobre isso tudo...

Creio necessário fazer saber que, muito embora as nossas pretensas autoridades encontrem bases (sabem os Deuses aonde!) para tal afirmativa, eu, particularmente, pelo menos no presente momento, NÃO CREIO que tal anomalia seja possível. Me perdoe o menino que acredita ele mesmo ser um exemplo dessa peculiar espécie, mas eu lhe digo que é um equívoco e já não concebo que tal coisa possa acontecer. Existe uma infinidade de aspectos psicológicos e as mais diversas classificações dentro dos transtornos de personalidade, não há motivos para nôs contentarmos com explicações do além. Acho que os autores supracitados apenas interpretaram sintomas de determinados tipos de personalidade conforme suas crenças pessoais, sem quaisquer tipo de provas ou evidências e pregaram suas “verdades” inexatas e não testadas de forma leviana.

Não estou negando (nem muito menos afirmando) quanto à existência objetiva de planos e seres dito “elementais”, no entanto, me nego a afirmar que, uma vez existindo (o que não se pode provar que ocorra) estes seres possam “encarar” no mundo dos homens, aliás penso, nos dias de hoje, que isso seja tão absurdo quanto uma alma humana nascer em uma árvore; seria menos irrazoável que a alma de um macaco ou outro bicho nascesse homem, dada a proximidade, pois eis que me parecem seres de um mesmo “plano”, hipoteticamente falando.

Sabe, a vida ensina que existem teorias muito bonitas e bem formuladas, bem redondinhas mesmo em todos os seus detalhes, mas que absolutamente não são verdadeiras. Motta plagiou Fortune, um erro primário (me pergunto se ele realmente pensou que jamais fossem comparar as duas obras, que tolice!), mas me indago de onde ela teria tirado tal ideia... mas enfim, já não importa, só um pouco mais do que um quinhão pequeno de discernimento deveria ser o suficiente para refutarmos essa teoria estapafúrdia.

Mas, é claro, acreditem no que quiserem, essa foi só uma pequena satisfação da minha parte já que este antigo tópico é cria minha, mais ou menos como quem tenta explicar aquele penteado dos anos 80 na intenção de que alguém entenda o contexto da coisa... nunca funciona. rsrsrsrsrsrsrsrs

Adana aproximadamente 2 anos

Olá a Todos

Eu estou buscando informações sobre o que foi abordado aqui, e peço desculpas por reviver este tópico que já tem muitos anos mas eu realmente achei necessário fazer isso já que há pouco sobre isso e é um tema a ser investigado.
Se me permitem e quiserem partilhar da minha história e opinião eu realmente agradeço pois estou buscando outros Elementais Encarnados :).

Eu acredito ser um Elemental Encarnado, lendo o comentário do nosso amigo Aluvaia que afirma ser isto impossível eu gostaria de lhe perguntar o seguinte: Se não há motivos para acreditar que não existem humanos que não são humanos, então por que que há humanos que não se sentem humanos? E traem sua própria Raça? Sendo que não só Elementais Encarnados dão provas que existam mas ainda a ciência não considera como válido, como até há outros como Reptilianos encarnados como humanos e há provas disso, os vídeos de artistas onde é filmado os olhos deles mudarem e até o comportamento. Com isso há motivos para acreditar que, seres mais evoluídos estão a manipular o andar da carruagem e por consequência nós não humanos estamos a reencarnar nesta Terra não por vontade própria mas por estarmos sendo forçados a fazer isso para vivermos como escravos para estas outras raças alienígenas.

Tenho por mim, que quando reencarnamos passamos a viver como humanos e estes estão sendo privados de dons e habilidades espirituais como a visão astral e audição astral para que possamos enxergar as coisas, isto gera mais karma e por consequência ficamos presos aqui e também estamos sendo privados de nossos dons e habilidades.

Eu tenho sonhado com um belo lugar onde há lagos tão límpidos e cristalinos e onde se faz casinhas de bambo em meio ás árvores deste lugar eu ainda não encontrei este reino, só me lembro que eu estava a fugir de uma tal fada governante do lugar que se me pegasse por ali iria me expulsar, parece que eu fui expulsa do meu reino por ter me apaixonado e parece que estão tentando fazer com que eu volte ao meu reino de novo, mas pra isso preciso da permissão desta fada governante.

Também sonhei com uma casa onde havia sofás cobertos por colchas coloridas parecia como aqui na Terra mas a energia era diferente, então eu me vi de cabelos cumpridos e pretos nesta casa. Isto parece mais um retorno a minhas memórias.
Em outro sonho eu vi seres que me estavam tentando comunicar algo eles eram pequeninos e magros e não consegui ver rostos porque eles estavam se escondendo em troncos de árvores.
Eu simplesmente adoro músicas e passo a maior parte do tempo em minhas aspirações e sonhos quando posso, não aprecio humanos porque sinto como ser uma energia tão densa e eu me sinto mal por estar no meu corpo, sinto que este corpo não tem nada a ver comigo. Talvez tudo isso pode ser por causa de eu ser empata mas pode não ser já que eu vi esta ideia de ser um Elemental Encarnado realmente ser válida para mim.

Como podem ver, se a informação bater com a de alguém aqui há motivos para se acreditar que nem todo humano é humano e querer saber o que é um humano afinal de contas ou será o rótulo humano somente para descrever um mero corpo neste Planeta a ser usado sempre com algum propósito por cada ser existente neste enorme Universo.

Ficarei feliz em obter respostar e poder conversar com todos.

Saudações.

Aluvaia aproximadamente 2 anos

Olá! (post gigante!)

Então, deixa eu tentar responder o que você perguntou e procurar acrescentar algo do meu próprio ponto de vista sobre seu caso...

Do princípio, portanto.

Eu acredito ser um Elemental Encarnado, lendo o comentário do nosso amigo Aluvaia que afirma ser isto impossível eu gostaria de lhe perguntar o seguinte: Se não há motivos para acreditar que não existem humanos que não são humanos, então por que que há humanos que não se sentem humanos?

E como se sentem os humanos? Como se sentiria um humano que não se sente humano? Como diferenciar o que um ser humano sente do que outro ser humano sente no que tange à sua humanidade? E como dizer qual deles se sente como deveria se sentir um humano e qual se sente de forma diferente? Entende onde eu quero chegar?

As nuances da subjetividades da experiência humana são tantas quanto o número de pessoas que já viveu desde que a humanidade existe; muito embora haja uma tendência sentimental e comportamental esperada dentro de um espectro daquilo que presunçosamente chamamos de “normalidade”, ainda assim não existe um padrão de humanidade a ser seguido já que não somos máquinas, os seres humanos são únicos e tem cada qual suas particularidades, e mesmo aquilo o que foge à dita “normalidade” é previsto e descrito em determinados padrões de distúrbio, transtorno ou patologia. Sentir é humano! Racionalizar sobre “sentir-se assim”, ou sobre “deixar-se de sentir assado”, é a mais humana das expressões!

Sendo que não só Elementais Encarnados dão provas que existam mas ainda a ciência não considera como válido, como até há outros como Reptilianos encarnados como humanos e há provas disso, os vídeos de artistas onde é filmado os olhos deles mudarem e até o comportamento. Com isso há motivos para acreditar que, seres mais evoluídos estão a manipular o andar da carruagem e por consequência nós não humanos estamos a reencarnar nesta Terra não por vontade própria mas por estarmos sendo forçados a fazer isso para vivermos como escravos para estas outras raças alienígenas.

Sobre isso nada direi porque nada sei, direi apenas que duvido e que não reconheço prova alguma sobre a existência desses seres. Há muitas lendas urbanas por aí: Reptilianos, Illuminati, óvnis, conspirações... Fácil forjar vídeos, ainda mais fácil plantar notícias falsas nas mídias, e a internet é um terreno fértil pra todo tipo de loucura. Mas que cada um acredite no que achar que deve, até porque quando digo "duvido" quero dizer que "tenho dúvidas", não que nego absolutamente todo e qualquer fenômeno que desconheço, ainda que me mantenha saudavelmente cético até ter certeza.

Tenho por mim, que quando reencarnamos passamos a viver como humanos e estes estão sendo privados de dons e habilidades espirituais como a visão astral e audição astral para que possamos enxergar as coisas, isto gera mais karma e por consequência ficamos presos aqui e também estamos sendo privados de nossos dons e habilidades.

Crenças suas. Eu tenho fortes divergências sobre essa coisa de reencarnação, habilidades espirituais, astral e o conceito ocidental de karma. Mas respeito suas opiniões.

Eu tenho sonhado com um belo lugar onde há lagos tão límpidos e cristalinos e onde se faz casinhas de bambo em meio ás árvores deste lugar eu ainda não encontrei este reino, só me lembro que eu estava a fugir de uma tal fada governante do lugar que se me pegasse por ali iria me expulsar, parece que eu fui expulsa do meu reino por ter me apaixonado e parece que estão tentando fazer com que eu volte ao meu reino de novo, mas pra isso preciso da permissão desta fada governante.
Também sonhei com uma casa onde havia sofás cobertos por colchas coloridas parecia como aqui na Terra mas a energia era diferente, então eu me vi de cabelos cumpridos e pretos nesta casa. Isto parece mais um retorno a minhas memórias. Em outro sonho eu vi seres que me estavam tentando comunicar algo eles eram pequeninos e magros e não consegui ver rostos porque eles estavam se escondendo em troncos de árvores.

Você tem sonhos muito bonitos e isso é muito legal. Sonhar é uma coisa bacana e aprender a controlar o sonho é uma arte difícil mas muito recompensadora, entretanto, entenda que sonhos são, na esmagadora maioria dos casos, fantasia.

Ainda que admitíssemos por um momento que elementais existissem em algum plano “exterior” aos subterrâneos da mente humana, pagando como base de referência qualquer fonte mais séria não infantojuvenil, eles não seriam seres assim com esse grau de organização e estrutura, assemelhando-se mais a bichos astrais, do que à pessoas astrais em miniatura.

Talvez tudo isso pode ser por causa de eu ser empata mas pode não ser já que eu vi esta ideia de ser um Elemental Encarnado realmente ser válida para mim.

Pois veja você, se até agora nada do que que falei lhe convenceu, suas próprias palavras hão de fazê-lo pois, segundo a literatura que deu origem à dúvida e ao post, essas pessoas seriam pessoas frias, como um senso de moral deturpado, de comportamento indecoroso, sem qualquer sentimento de culpa e absolutamente alheias à capacidade de empatizar; daí minha hipótese de identificação deles com os perfis sociopatas. Se você é “empata”, como diz (e eu realmente acredito!), não seria jamais de forma alguma um elemental encarnado, ainda que eu admitisse que eles existem (o que não ocorre).

Eu simplesmente adoro músicas e passo a maior parte do tempo em minhas aspirações e sonhos quando posso, não aprecio humanos porque sinto como ser uma energia tão densa e eu me sinto mal por estar no meu corpo, sinto que este corpo não tem nada a ver comigo.

Muitos de nós não se sentem à vontade com o próprio corpo e isso pode ser causado por algum detalhe físico que lhe incomode ou por uma situação generalizada de inadequação, às vezes isso é “coisa da idade” e passa com o tempo, outras vezes pode ser que a gente precise de ajuda profissional, existe até um distúrbio chamado “Transtorno de Despersonalização” que descreve os casos mais graves desse tipo de sensação. Não estou dizendo que seja seu caso, mas pense nisso.

O Ser Humano é maravilhoso, o potencial humano é superior ao potencial de qualquer outro ser. Reza a lenda que os elementais invejam os homens por que a natureza elemental seria parcial e desequilibrada, sendo formada por apenas um elemento, ao passo que a dos homens seria completa, contando com uma porção de cada um dos elementos, o que faria dos homens seres equilibrados e únicos. Outro fator de diferenciação seria o livre-arbítrio e independência que elementais não tem enquanto os homens são livres.

Entendo que não aprecie humanos, de fato são seres que, dada a sua liberdade e ignorância, podem ser realmente perniciosos muitas vezes; mas convido você a observá-los numa projeção daquilo que eles podem vir a ser, das maravilhas que são capazes de fazer, de sentir e produzir. Existem pessoas muito incríveis por aí, capazes de fazer você se sentir apaixonadamente humano e vivo!

; )

Felipecalado aproximadamente 2 anos

Eu queria só colocar um ponto a respeito desse ultimo comentário do colega Aluvaia (que eu admiro bastante). Pela resposta do Aluvai deu pra pegar que ele não acredita em sobre ou sub humanos encarnados em corpos humanos, vou dizer que eu também duvido deste tipo de "encarnação", quero deixar claro que a encarnação da qual me refiro é a popularizada pelo Kardecismo, mas em contra partida nas religiões de matriz africana, existe a incorporação de entidade sobre-humanas (ou super-humanas não sei o termo certo). Esse é só um ponto que eu acredito que talvez possa reforçar a ideia de que exista sim a encarnação de seres sobre ou sub humanos em corpos humanos.

Aluvaia aproximadamente 2 anos

Grande Felipe, a admiração é mútua! : )

(...) mas em contra partida nas religiões de matriz africana, existe a incorporação de entidade sobre-humanas (ou super-humanas não sei o termo certo). Esse é só um ponto que eu acredito que talvez possa reforçar a ideia de que exista sim a encarnação de seres sobre ou sub humanos em corpos humanos.

Pois é, eu também não acredito nisso não. Esse tema já foi discutido aqui mais de uma vez e continuo afirmando que esse fenômeno não se trata de “incorporação”; não é uma força alienígena externa que “baixa” na pessoa, muito ao contrário, trata-se de algo interno que aflora. Existe inclusive a expressão “virar” no santo, ou seja, trazer à tona aquilo que está do (ou virado para o) outro lado.

Existem duas principais vertentes dentro do africanismo no Brasil, uma delas um tanto mais fiel ao que era praticado na África e outra bastante mais degenerada.

Na vertente mais preservada ocorre, por intermédio do oráculo, a identificação da pessoa como “descendente” de uma Divindade, ou melhor dizendo, com sua Essência ou Divindade Íntima em afinidade com uma determinada combinação de energias cósmicas e naturais classificadas para fins didáticos como Deuses. Essa é a Natureza do Ser, algo que nasceria conosco e que, por meio do transe, poderia se expressar. Essa expressão não se daria como a expressão de um ser humano que se comunica verbalmente, mas de forma limitada à gestos e danças que são ensinados durante a iniciação, e parcas verbalizações selvagens que não necessariamente foram aprendidas. Orixá não fala, Orixá não abre os olhos, Orixá não dá “consulta”.

Na vertente que se afastou da origem existe um culto hibrido no qual se cultua praticamente de tudo: santos cristãos, demônios, antigos escravos que fumam cachimbo, ciganos mortos, malandros e prostitutas do século retrasado, caboclos, indígenas, guias espíritas... de tudo! Esses tempos até de “povo wicca” um amigo me falou.

Nessa vertente existe a crença literal da incorporação. Não que na primeira vertente não exista essa crença também por parte de muitos praticantes, mas seja como for, ela é equivocada.

Na primeira vertente, como já falado, temos a expressão de algo inconsciente que ganha caráter Divino. Na segunda vertente temos excrescências humanas, na melhor das hipóteses, e embuste e engodo, na pior delas... e claro, um amplo espectro entre uma coisa e outra. Não que não exista fingimento também na primeira vertente; onde existe ego, existe mentira.

Nunca presenciei nada que pudesse classificar como possessão, nem demoníaca, nem espiritual, nem de nenhum tipo. Não descarto o entusiasmo Divino e nem a capacidade de sintonia com energias outras, mas possessão, pra mim, é algo impossível.

Por que não somos possuídos imediatamente após a morte? Por que não somos possuídos quando estamos em coma, ou dormindo? Por que não somos possuídos por um “espírito” do qual nunca ouvimos falar, tipo um demônio xintoísta ou um espírito aborígene? Entende onde quero chegar?!

Nosso corpo é inviolável e, na minha opinião, qualquer coisa que fuja disso é equívoco, fraude ou patologia.

Theadyou aproximadamente 2 anos

Gostaria de deixar um pouco do que conheço aqui se me permite.

Aluvaia tu é um ser dotado de extrema inteligencia e conhecimento , o parabenizo e sou grato a força divina por estar aqui e poder absorver parte do teu conhecimento . Gratidão

Existem duas principais vertentes dentro do africanismo no Brasil, uma delas um tanto mais fiel ao que era praticado na África e outra bastante mais degenerada.

Mais uma vez peço liçensa apenas para agregar um pouco mais de conhecimento a discussão .

Todos já sabemos que o candombé foi trazido por negros advindos da africa , entre eles se destacavam dois grupos: os bantos (que vinham de regiões como o Congo, Angola e Moçambique) e os sudaneses, que vinham da Nigéria e do Benin (e que são os iorubas, ou nagôs, e os jejes) ou seja , só ai temos 5 nações diferentes que cultuavam de maneiras diferentes com Deuses diferentes . A religião foi trazida via oral, ela foi adaptada... é muito diferente da religião em terras yoruba's.
O candomble por si só é afrobrasileiro , o que chamamos de '' Sincretismo religioso '' , que nada mais é a junção de duas religiões diferentes , ocorreu no candomblé obviamente pelo preconceito por parte da população que era catolica e os consideravam praticantes de bruxaria , então para que não perdessem a ligação e o contato com seus Deuses , de certa forma os ''vestiram'' com os santos católicos . A umbanda por sua vez ( sendo uma religião muuito mais nova , creio eu se não estiver errado tem pouco mais de 100 anos ) , é uma mistura de Kardecismo , com Candomble e Catolicismo , ( isso eu me refiro a 1 casa umbandista do brasil em 16 de novembro de 1908, na casa do médium Zélio Fernandino ) . A Umbanda já houve sincretismo por conta da epoca dá ditadura militar , que não católicos eram perseguidos . Hoje em dia tem umbandaime , umbanda esoterica , e por ai vai assim como o candomblé possui varias linhas e vertentes diferentes , linhas essas que diferem por conta do que citei lá em cima as diferentes regioes que os escravos vinham . A sua opinião sobre o oraculo que é jogado para descobrir o ''santo'' de cabeça esta corretissima , acrescentando sou da BA e tive a oportunidade de ir conhecer o templo dos orixas ODODUWA em sp , e aprendi com o professor BABÁ KING o tempo de preparação e graduação de ''IFÀ'' dura a vida inteira , o conhecimento basico necessário depende do interesse e dedicação , ''Ifá'' é um Deus que tem ligação com a sabedoria da vida , e atraves do sistema divinatorio ele introduz o caminho de comunicação entre ele o homem e seu destino , baseado em 3 aspectos passado presente e futuro . O ifa tem 3 mecanismos divinatorios , a versão mais simplificada e a vesao mais praticada por babalorixas e yalorixas trabalhando com 16 buzios , a versao mais complexa é o ifá iki que são 16 sementes para chegar no ODU , nesse ODU vc tem 256 ODUS que tem diferentes caminhos de se interpretar e responder a vida . Na africa um babalaô e impossivel se formar com menos de 16 anos , ex um babalao de conhecimento medio teria armazenado em memoria algo que escrito daria mais de 1000 paginas . Aqui no Brasil , os babalao jogam búzios via chamada de video do whatszap pra vc ter idea de como a coisa funciona aqui . Quanto ao que você disse sobre ... ''[ Orixá não fala, Orixá não abre os olhos, Orixá não dá “consulta”. ] ... Sim de fato , quando o orixá ''Desce'' na casa , ele vem trazendo sua energia , nesse caso passando-a para todos que ali se encontra . ... ''[ Na vertente que se afastou da origem existe um culto hibrido no qual se cultua praticamente de tudo: santos cristãos, demônios, antigos escravos que fumam cachimbo, ciganos mortos, malandros e prostitutas do século retrasado, caboclos, indígenas, guias espíritas ] '' . . . Quanto ãos santos cristãos é advindo do sincretismo que bem resumidamente lhe expliquei , a Umbanda na minha opinião é a mais brasileira das religiões porque tem algo que só nós temos que é a MISTUREBA , rs quanto a cultuar demônios juro que desconheço , queria um pouco mais de informaçoes de sua opinião sobre isso , pra poder te ajudar ! O culto de escravos existe sim , por essa ligação kardecista e o lidar com espiritos , muitas pessoas dizem ( até mesmo dentro do kardecismo puro , que tais espiritos não sao evoluidos por trabalharem com cachaça e tabaco ) , porém isto é um outro sincretismo advindo do culto indigena , onde o tabaco é uma planta ''mãe'' que atravez da fumaça faz a limpeza no individuo , veja o tragar para eles é um completo desrrespeito para com a energia da planta , o mesmo serve para o culto dos caboclos advindos dos indios . Os ciganos são uma linhagem de pessoas muito antigas que lidam com oraculos e advinaçoes não ficariam de fora , essa ide ade malandro e prostitutas até entendo que foi algo que não sei como diabos conseguiu entrar forte na cabeça das pessoas , via até em templos de culto imagens de demônios , e mulheres nuas o que é completamente equivocado e errado , em ambas as religiões sejam as de matrizes africanas ou umbanda , exú não foi nenhum malandro , e pombagiras tão pouco prostitutas , são espiritos como você mesmo mencionou antigos que viviam em meio a situações diversas da vida , recomendo com muita alegria se quiseres adentrar o entendimento melhor dessas religioes Rubens Saraceni que na minha opinião foi um divisor de Aguas e trouxe bastante conhecimento para definir o que chamamos hoje de candomblé e umbanda .

Quanto a Incorporação existe sim o que chamamos de ANIMISMO , que não passa de um ''fingimento'' por parte do medium . Já existiram sim , e eu conheci quando criança Médiuns com um ACOPLAMENTO acima do comum , e uma incorporação mais forte por assim dizer . Hoje isso não existe mais , a incorporação é mais sutil e guiada pelo medium , foi -se o tempo em que o guia era quem tomava a redea da incorporação mas isso se deve ao tempo em que vivemos , e capacidades mediunicas das pessoas . Essa conversa que alguns médius dizem que não se lembram de nada , é papo furado , a não ser que tenham mais de 40 anos e tenha mediunidade forte como expliquei . Bom não sou um expert no assunto , nem sou tão bom com as palavras como varios amigos aqui , mas estou me melhorando nesse aspecto desculpem-me se errei em algo , caso alguem queira me corrigir , fiquem a vontade não tenho problema algum com isso , e so quis acrescentar conhecimento aos amigos . Hoje estudo varias vertentes do ocultismo , mas traçei um caminho em minha vida quanto a essa questão que iniciarei cada degrau até onde quero chegar , como forma de respeito aos meus antepassados , iniciei na Jurema/Catimbó ( culto indigena ) , hoje estou estudando umbanda e candomblé e pretendo iniciar sacerdocio de umbanda , e depois partir para xamanismo e ordens iniciadas como amorc e por ai vai dentre outras que não vem ao caso citar , o motivo é que todas lidam com magia de alguma forma ( tirando amorc ) , e acredito só em minha cabeça kk que tudo isso em algum momento me servirá muito bem . Grato mais uma vez por ter espaço para compartilhar conhecimento , confesso que quando agente passsa a se libertar de certas amarras e acordar para as realidades do mundo ficamos sem ter com quem conversar , as pessoas nos taxam como loucos , a proposito vou procurar por mais topicos aqui no canal se há assuntos como Despertar , Sair da Matrix etc . Um forte abraço aos irmãos e irmãs . AHOO

Aluvaia aproximadamente 2 anos

Aluvaia tu é um ser dotado de extrema inteligencia e conhecimento , o parabenizo e sou grato a força divina por estar aqui e poder absorver parte do teu conhecimento . Gratidão

Que isso, não é pra tanto... pra falar a verdade, minha beleza excede em muito a minha inteligência, só ficando aquém da minha modéstia. rsrsrsrs

Mas ok, vamos aproveitar que esse tópico já degringolou mesmo, e mais ninguém está falando em "elementais encarnados" (e como, na maioria das vezes acontece, por minha culpa) e vamos falar de macumba, que por sinal eu quase não gosto... ; )

Todos já sabemos que o candombé foi trazido por negros advindos da africa , entre eles se destacavam dois grupos: os bantos (que vinham de regiões como o Congo, Angola e Moçambique) e os sudaneses, que vinham da Nigéria e do Benin (e que são os iorubas, ou nagôs, e os jejes) ou seja , só ai temos 5 nações diferentes que cultuavam de maneiras diferentes com Deuses diferentes . A religião foi trazida via oral, ela foi adaptada… é muito diferente da religião em terras yoruba’s. O candomble por si só é afrobrasileiro (...)

Sim, está correto. O que hoje se aglutina sob o termo genérico de “Candomblé” não é uma religião, mas um grupo de religiões que, muito embora tenham uma raiz comum, se diferenciam entre si enormemente de nação para nação; suas divindades, seus fundamentos, suas mitologias, suas liturgias e procedimentos rituais, ainda que guardem alguma parca semelhança, são inegavelmente distintos. O candomblé, enquanto movimento religioso não é coeso, não existindo uma unidade mesmo dentro de cada nação, cada casa de santo é absolutamente autônoma e, cada pai de santo, a autoridade máxima dentro da própria casa.

Nessa religião hoje se cultua uma número variável de deuses, normalmente algo que gira em torno de doze (às vezes menos) até umas dezesseis divindades, dependendo da casa. O culto à algumas divindades que vieram da África se perdeu com o passar dos anos, outros se preservam somente em pouquíssimas casas mais tradicionais. Mas de fato é tudo muito diferente do que era antes de chegarem ao Brasil, quando cada reino, ou vila, ou família rendia homenagens a uma ou duas divindades apenas, e não a um panteão inteiro.

A umbanda por sua vez ( sendo uma religião muuito mais nova , creio eu se não estiver errado tem pouco mais de 100 anos ) , é uma mistura de Kardecismo , com Candomble e Catolicismo , ( isso eu me refiro a 1 casa umbandista do brasil em 16 de novembro de 1908, na casa do médium Zélio Fernandino ) . A Umbanda já houve sincretismo por conta da epoca dá ditadura militar , que não católicos eram perseguidos . Hoje em dia tem umbandaime , umbanda esoterica , e por ai vai assim como o candomblé possui varias linhas e vertentes diferentes , linhas essas que diferem por conta do que citei lá em cima as diferentes regioes que os escravos vinham.

Pois é, veja você, se o Candomblé que tentou se preservar da mistura virou essa miscelânea, imagine no que se transformou a Umbanda, que desde o nascimento se propôs o sincretismo e a mistura de religiões para formar uma coisa só. Não que não possa, não é isso, mas o que eu digo é que esse movimento a afasta do africanismo e a coloca muito mais próxima de outras vertentes culturais onde, ainda que existam traços do indianismo, por exemplo, o que predomina é a cultura europeia (catolicismo e kardencismo).

A sua opinião sobre o oraculo que é jogado para descobrir o ‘’santo’’ de cabeça esta corretissima , acrescentando sou da BA e tive a oportunidade de ir conhecer o templo dos orixas ODODUWA em sp , e aprendi com o professor BABÁ KING o tempo de preparação e graduação de ‘’IFÀ’’

Conheço o trabalho do King e penso que ele criou uma alternativa dentro do africanismo muito razoável e orgânica, aproximando a coisa da sua origem com a sua Religião Tradicional Iorubana (se bem me lembro é assim o nome). Acho uma religião um tanto cara, mas enfim, cada um com seus valores (frase de duplo sentido, galera). rsrsrsrs

‘’Ifá’’ é um Deus que tem ligação com a sabedoria da vida , e atraves do sistema divinatorio ele introduz o caminho de comunicação entre ele o homem e seu destino , baseado em 3 aspectos passado presente e futuro . O ifa tem 3 mecanismos divinatorios , a versão mais simplificada e a vesao mais praticada por babalorixas e yalorixas trabalhando com 16 buzios , a versao mais complexa é o ifá iki que são 16 sementes para chegar no ODU , nesse ODU vc tem 256 ODUS que tem diferentes caminhos de se interpretar e responder a vida . Na africa um babalaô e impossivel se formar com menos de 16 anos , ex um babalao de conhecimento medio teria armazenado em memoria algo que escrito daria mais de 1000 paginas.

Sim, conheço e respeito muito o Oráculo de Ifá. E quanto a isso só um ligeiro esclarecimento... O Oráculo de Ifá é manejado pelo Babalawo ou pela Iyanifa; babalorixas e yalorixas fazem uso apenas do merindilogum.

quanto a cultuar demônios juro que desconheço , queria um pouco mais de informaçoes de sua opinião sobre isso , pra poder te ajudar !

Me perdoe se eu falei alguma bobagem, de repente não sejam "demônios" no sentido mais literal da palavras, mas vamos combinar que algumas práticas, principalmente da kimbanda, são um tanto escabrosas, e algumas “entidades” tem uns nomes bem sugestivos também, tipo; exú lúcifer, exú do lodo, exú morcego... e por aí vai; isso sem falar nas imagens que se vê nas floras dos carinhas de chifre, rabo e tridente na mão. Daí você vai numa casa e vê uma “incorporação” e é igualzinho sessão de descarrego da Igreja Universal, com grunhidos e ranger de dentes, a diferença é que ali na casa os caras estão vestindo um figurino que é uma mistura de Conde Drácula com Sidney Magal dos anos 70.

Não estou dizendo que é assim em todo lugar, jamais me passaria pela cabeça generalizar, mas eu já vi exatamente o que estou lhe relatando, não estou inventando uma vírgula. Mas entendo também que moro no Rio Grande do Sul e sei que o que existe por aqui em termos de "culto afro" não é parâmetro (graças aos deuses!).

Hoje estudo varias vertentes do ocultismo , mas traçei um caminho em minha vida quanto a essa questão que iniciarei cada degrau até onde quero chegar , como forma de respeito aos meus antepassados , iniciei na Jurema/Catimbó ( culto indigena ) , hoje estou estudando umbanda e candomblé e pretendo iniciar sacerdocio de umbanda , e depois partir para xamanismo e ordens iniciadas como amorc e por ai vai dentre outras que não vem ao caso citar , o motivo é que todas lidam com magia de alguma forma ( tirando amorc ) , e acredito só em minha cabeça kk que tudo isso em algum momento me servirá muito bem .

Muito legal você ter metas já estabelecidas. Vejo que já alcançou algumas delas, outras delas ainda estão por se materializar. Desejo a você muito sucesso e que suas buscas sejam sempre muito frutíferas. Precisando de qualquer coisa, estamos ai pra agregar.

: )

Theadyou aproximadamente 2 anos

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK CARA QUASE MORRI DE RIR AQUI COM ISSO : '''[ é uma mistura de Conde Drácula com Sidney Magal dos anos 70.] ... Serio , gratidão por aceitar meus comentarios , sim dei uma bagunçada quanto a babalorixa é o babalawo mas é bom conversar com quem entende se não eu estaria passando conhecimento errado . Mas a questão das imagens foram as pessoas que a construiram assim entende , os próprios guias se ofendem com aquela bosta , graças a Deus hoje em dia muitas pessoas estão mudando . Quanto ao modo de agir das incorporações é aquilo que falei ANIMISMO puro , ja imaginou exu do lodo , o cara incorpora e corre na boca de escoto pra dar uma sarrada ? e essa de exú lucifer ( de lucifer só tem o Médium , de guia nada rs . Sim sim conheço pouco a kimbanda , Mainha era kimbandeira e ela trabalha com a linha de esquerda , é como a kaballa tem a mao direita e esquerda , a umbanda e kimbanda acredito EU que poderia fzr essa comparação , umbanda de direita e kimbanda de esquerda . O proposito é o mesmo , buscar felicidade abertura de caminhos , porém trabalhando com entidades de esquerda , creio que tu ja deva saber disso com seu vasto conhecimento e beleza de modelo rs , brincando ! Quanto ao '' ... [ Acho uma religião um tanto cara, mas enfim, cada um com seus valores ] ...'' Realmente , hoje em dia a coisa perdeu muito o sentido , digo isso porque aqui na minha terra , os terreiros que deviam se unir , é um querendo derrubar o outro , os babalorixás quando vão fazer obrigação querem que compre champagne Moët & Chandon com charuto cubano , como se o guia ou orixá que vai receber vai olhar a nota . Porém kkkkk já vi ''exú'' vir , e quando acender o xaruto dizer , mas que desgraça de charuto é esse ? essa porra é da feira é ? enfia no cu de quem comprou ! Veja , guia nenhum vai se prestar a um papel desse ele simplismente vai aceitar de bom grado , mais uma vez volta pro animismo kkk . Agora entendo a questão das pessoas serem receosas com a kimbanda porque , os espiritos de esquerda são espiritos primitivos sem senso de moral , por ex : se você chega e fala : Rapaaz , quero separar tal mulher e quero ela rastejando nos meus pés , ele vai fazer ou ajudar que a situação se cumpra em questão mais o intuito dele é ajudar a você , ele não ta pensando se a mulher ta feliz com o outro ou o escambal sabe ? isso tbm me deixa meio chateado , porque se você tem moral jamais vai fazer algo assim , e utilizara de suas energias para o bem , que convenhamos posso garantir os trabalhos de esquerda para abertura de caminhos emprego , e principalmente limpeza espiritual sao mais rapidos e efetivos que os de direita . Por fim é isso , fiquei super feliz por todo esse compartilhamento de opiniões . Grande abraço AHOOO

Theadyou aproximadamente 2 anos

Ah e a propósito , vou te falar uma coisa , que prejudica demais essas religiões . Ex : já vi uma yalorixa que ''incorporava'' uma pombagira , que tinha um consolo 3 x maior que a do kid bengala e ficava do lado da cadeira dela , enquanto ela conversava com você ela batia uma pro consolo . Segundo ela aquela bronha estava tirando as coisas ruins de você AEHHUAEHAEHUEAHUEAUUHEA te juro cara sem sacanagem , vi um outro que era um cara , que quando incorporava colocava aquele seio falso tlgd d fantasia ? Se voce tivesse mal com algum problema , ele mandava você mamar na peitchola dele que ia tudo embora .HAHAHA você citou agora eu lembrei , ja vi esse tal de exu morcego sair correndo pelo terreiro gritando e batendo os braços , cara fui embora pq não estava conseguindo me segurar pra rir. Vi também um , que quando chegou comecou a dar murro numa banqueta de madeira , ai perguntei pra uma filha de santo que diabos era aquilo , ai ela falou é o exu do toco ! :'( Agora veja , quem vai numa porra de lugar desse vai achar que todos os outros são assim , ou pior algo que poderia chamar a atenção pra ter adeptos , o cara logo imagina ,sera que quando eu incorporar vou ter que bater uma no consolo tb ? ai nego tem preconceito , tem raiva não gosta . Se o cara vai num lugar sério respeitoso com pessoas de boa indole , ccrtz não se arrepende .

Carlos1968 aproximadamente 2 anos

se o morrer que muitos procuram seja o morrer de uma vida egoista e renascer para uma vida plena e comunitaria,
onde se pode ver e entender as conexões com os outros,
ser sensivel ao proximo, não só as pessoas, mas tambem a todo o universo.
sim morram e renasçam.