Discussão: Teste do Néofito "Corpo de Luz"

Yezide aproximadamente 5 anos

Tem um amigo meu, psicólogo, que fala que alguns treinamentos mágicos são formas de desenvolver uma certa e pequena dose de esquizofrenia na pessoa, o que pode levar, é claro, a muitas perturbações psicológicas. Bem, pode ser perigoso mesmo, mas Faze o que tu queres e Todo homem e toda mulher é uma estrela. Pode ser mesmo que nas religiões e magias existam mesmo somente loucos perturbados. Vai saber!!!!

Att.

Aluvaia aproximadamente 5 anos

Eu tenho algumas opiniões muito pouco apreciadas no meio “ocultista” sobre esses assuntos.

Eu não tenho certeza se acredito em “projeção astral”. Acho que o que o corre é uma espécie de “mergulho” e não uma exteriorização.

Assim sendo, tanto sonhos lúcidos, quanto viagens astrais só se dariam no nível subconsciente do experimentador. E as projeções – aquelas que investigam a realidade física – acho que também não passam de um mergulho na malha subconsciente que todos formamos. Assim sendo, o projetado só seria capaz de “ver” o que fosse capaz de ler nessa malha (ou registro) subconsciente.

Claro que isso é passível de alguns testes e se alguém se propuser a elucidar algumas questões posso até rever meus conceitos.

Por exemplo:

Será que alguém consegue, por intermédio da projeção, dizer coisas que nenhum outro homem saiba a respeito da realidade. Do tipo, se for colocado um computador numa sala completamente fechada para que este gere um número randomicamente, uma pessoa projetada pode me dizer que número foi gerado antes que qualquer outro observador constate?

Se sim, volto atras e admito o fenômeno.
Se não, estou convencido de que não ocorre como imagina-se ordinariamente.

Mas seja como for, o que me importa na verdade, é a capacidade desse desvelamento do nosso próprio subconsciente, que para mim é onde residem todas as chaves e respostas.

Alvieirajr aproximadamente 5 anos

Estou mais para o que o yezide falou. Acredito que um sonho lúcido se da por um "mergulho" nos pensamentos e sentimentos que é feito sem querer. Nesse mergulho você pode estar revivendo de certa forma um lugar familiar, começando a experiência no seu quarto e criando todo o resto ao longo do processo. Também acho que você pode ser induzido a pensar algo e sentir algo, uma outra "pessoa" pode ter a capacidade te deixar mergulhado em pensamentos e sentimentos que não são seus mas que você aceita como seus por alguma razão, não esto falando de uma mensagem subliminar que você recebe em estado disperso e remete a um auto-sugestão quando esta dormindo. A situação fica complicada quando você tem momentos desses mergulho em uma Projeção astral. O que vai acontecendo com você ao longo do transito no astral lhe provoca um movimento de pensamentos que leva você a um sonho lúcido. É como ver algo que você acredita ser ameaçador no Astral e o resto você cria por puro medo em sua cabeça. Talvez por isso as experiências nesse tópico são tão confusas. Ultimamente venho pensado que o sonho lúcido é só o resultado de profundas reflexões e reações emocionais. A ligação disso com os testes da A.A. talvez esteja exatamente em saber se as reações emocionais decorrentes de uma determinada invocação estão de acordo com o atribuído, respaldando o estudante em ter a capacidade de entrar em contato com regiões específicas de si mesmo de forma metódica. Se tenho um mapa, um esquema, um modelo de fragmentação do "universo" ou da mente o desejo acho que é treinar a capacidade de se colocar em determinados locais da consciência, se localizar nesse mapa ou atrair certos elementos desse mapa a partir de onde você esta. Claro que isso leva a outras consequências como por exemplo lhe proporcionar um movimento controlado também no Astral.

Alvieirajr aproximadamente 5 anos

Para mim essa capacidade de "controle" sobre o transito leva a outras consequências. Só que nesse ponto já entra minhas visões pessoais de certos elementos simbólicos. Você tem um microcosmos e está em um macrocosmos. Eles estão conectados de forma que um influencia o outro. A maneira como você percebe, pensa ou sente (microcosmos) pode levar você a interferir no macrocosmos (o mundo onde você está). Coisas que acontecem no mundo que você está (macrocosmos) pode interferir na maneira como você percebem, pensa ou sente. Para mim no momento que estou trabalhando com planetas estou entrando em contato contato com forças astrais que vão me provocar reações microcósmicas. Por isso para mim a natureza de um ser astral é primeiro planetária e a parte referente ao elemento e constelação diz respeito a maneira como ele "interfere" no microcosmos. É por isso que os "cosmos" estão conectados, ao mesmo tempo a força é algo que esta externo a mim e também faz parte de minha mente, porque não importa se é microcosmos ou macrocosmos, estamos falando de um "cosmos" e é de sua natureza essa capacidade de correspondência. Eu teria então um correspondente em mim para as coisas que observo fora de mim. Agora tu não precisa necessariamente estar invocando um ser. Tu pode estar entrando em contato com teus amigos, família, vizinhos, namorada, namorado, colegas de trabalho e isso tudo são de certa forma forças macrocósmicas que levam você a ter uma reação microcósmica.

Alvieirajr aproximadamente 5 anos

A questão que aluvaia falou sobre a capacidade de perceber o físico pelo astral é interessante. Até porque em experiências quase morte pessoas relatam estarem presentes fora de seus corpos e relatam até as conversas ouvidas e coisas que viram fora do ambiente.

Alvieirajr aproximadamente 5 anos

Agora qual seria o modus operandis para esse tipo de projeção onde tenho a capacidade de investigar o mundo físico ? Se o transito entre os planos pode ser especificado pelo planeta, eu poderia usar algo que remete ao mundo físico fora do corpo, seria possível gerar alterações microcósmicas que me permitem me situar fora do corpo mas no plano físico ? Para mim isso é possível só por quem esta encarnado. Para mim (pelo menos pelas minhas experiências) a impressão que tenho de como as seres de outros planos nos percebem não é como nós estamos nos percebemos, é só por uma luz. A questão é que sua autoimagem, emoções e histórias se plasmam no astral resultante de seu microcosmos atual e isso pode ser usado para tanto te identificar como também se comunicar com você. Isso é o que eu tenho achado ultimamente.