Discussão: Dúvida sobre a "mecânica" astrológica

Aluvaia aproximadamente 6 anos

93!

Neste ano de relativo silêncio, tive a felicidade de empreender, meio que de carona, um estudo a respeito dos princípios astrológicos, ainda que muito menos profundamente do que deveria. E eis que algumas questões surgiram...

Estou convencido (ou quase) de que a astrologia não atua no nível físico, ou pelo menos não tem neste o ápice da sua atuação. Acreditar que sim é mais ou menos como afirmar que uma pedrinha na minha mão pode influenciar na vida de um homem na China. No entanto, cada vez mais me espanta a precisão do sistema quanto aos resultados no que tange à acertada análise dos aspectos psicológicos dos tipos humanos e suas personalidades.

Então pergunto:

Em que nível nos influenciam os astros?

Por que a influência astrológica começa (até onde entendi) no momento do nascimento, juntamente com a respiração e não antes quando, por exemplo, dos primeiros movimentos fetais? Haveria alguma relação com o prâna e portanto a influência dos astros seria nesse nível, o prânico? Ou seria astral, ou mesmo mental, o foco principal da força da influência astrológica na vida humana?

Ainda nessa linha de raciocínio, será que se poderia modificar completamente a personalidade de uma pessoa forçando que ela nascesse num signo diferente do que nasceria naturalmente fazendo-se uso de um procedimento como a cesariana, por exemplo? Quero dizer, será que toda a personalidade de uma pessoa, suas aptidões, suas deficiências, enfim... tudo o que nos torna o que somos (ou o que pensamos e sentimos ser) pode ser modificado alterando em alguns dias o momento do nascimento como se a personalidade dependesse de um único ato, a respiração; como se a pessoa ainda não fosse o que é (em termos de personalidade) antes de nascer?

Ou tomando uma linha de raciocínio que eu não gosto mas ainda assim sou obrigado a considerar, será que o Universo é de tal forma organizado (o que eu duvido) que inexoravelmente a pessoa com determinadas características estará fadada a nascer sob determinada estrela e assim será sob quaisquer circunstâncias, pressupondo o que alguns poderiam chamar de “destino” ou “providência”?

Será que alguém pode me ajudar nessa dissecação mecânica da coisa?

93,93/93

Desativado346 aproximadamente 6 anos

Olá, Aluvaia.

Espero que este link lhe sirva de algum modo: http://www.mortesubita.org/thelema/textos-thelemitas/qualquer-besta-pode-ser-um-astrologo . Parece-me "baseado" em dois capítulos de Magick Without Tears, de Crowley.

Depois, existem alguns livros para iniciantes no assunto, que podem dar o pontapé necessário para suas próprias conclusões. Indico, uma série de três livros, bem simples, para familiarizar-se com os termos técnicos: Curso Básico de Astrologia, de Marion D. March e Joan McEvers (são três volumes).

Aceito sugestões de livros sobre o tema, que também tem atraído o interesse desta simples costureira.

Até a próxima.

Aluvaia aproximadamente 6 anos

Olá Luonnotar...

Que bom que respondeu! [:)]

Muito bom o texto, muito obrigado. Vi no Lorkshem.org (deixa eu prestigiar o site do amigo [;)] ) o livro de onde diz serem extraídos, mas infelizmente os capítulos sobre astrologia ainda não estavam traduzidos, o que é uma pena para os que, como este seu amigo, tem o nível de inglês de um inglesinho de três anos filho de imigrantes. [:lol:]

Mas falando sério, o texto é bom. E por enquanto, ainda que não completamente convencido, vou considerá-lo como uma hipótese plausível.

Valeu também pela dica de livros.