Discussão: O Ateu e o Místico

Yezide aproximadamente 4 anos

Ola!

Caros, escrevi um pequeno diálogo entre um Ateu e um Místico. Vou postar aqui para apreciações e desapreciações, comentários e descomentarios de vocês :) .

Abraços.

Yezide aproximadamente 4 anos

O Ateu e o Místico.

Ao Nascer do Sol, o Místico levanta as mãos para o céu e saúda o Sol.
Seu companheiro Ateu não entende, e pergunta:
- Você está adorando o Sol?
- Adorar é se identificar. Eu estou me identificando com o Sol. Responde o Místico.
- Você acredita que o Sol é um deus? Pergunta, meio sarcástico o Ateu.
- Eu acredito que o Sol é o Sol. O que é o Sol para você?
- Bem, para mim o Sol é um Estrela de Fogo, queimando hélio, o centro do sistema solar.
- Então, para mim também. Responde o Místico. E continua: A Terra é como um satélite do Sol, é de onde tudo daqui da Terra retira sua energia movimento e estabilidade. O Sol é a fonte de Vida e Luz para nós. E eu, ao fazer estes gestos, estou me identificando com o Sol, reconhecendo sua importância para minha vida. Isto é como se harmonizar e se sintonizar, pois, quando você pensa em algo, você traz este algo para perto de si.
- Mas, não é necessário fazer isso não é?
- Não. Eu faço isso para me manter sintonizado com a Natureza do meu próprio ser e do Universo inteiro.
- A natureza é seu deus? Pois eu não acredito em deus. Pergunta o Ateu.
- Mas o que seria deus para você? Pergunta o Místico.
-Ah, para mim deus é o criador, está no controle de tudo, sabe tudo, pode tudo. Eu não acredito em deus.
- E na natureza você acredita?
- Sim. Responde o Ateu.
- Pois bem. Você acredita que você faz parte da natureza, e que é um produto dela?
- Um produto dela? Que a natureza me criou?
- Sim. Que a natureza, em sua complexidade, formou o Sol, os planetas, a Terra, os animais e os seres humanos?
- Sim. Eu sou um homem de ciência, e acredito que somos produtos da natureza. Mas - continua o Ateu - eu sempre me pergunto sobre a Origem das coisas. Quem criou o Universo?
- Mas a natureza não precisa ter sido criada. Ela pode muito bem sempre ter existido.
O Ateu não entende, ele não consegue entender que não há uma origem, que aquilo que existe, de uma forma ou outra, sempre existiu, é eterno.
- Como assim? Tudo precisa ter uma origem? Um começo? Indaga o Ateu.
- Medite comigo. Continua o Místico. Se tivesse uma origem, seria origem da onde? Do nada? Como poderia algo vir de um não-algo? Como poderia não haver nada e, em um momento qualquer, de repente, surgir o Ser? Porque não surgiu antes? Por que surgiu? Como pode surgir do nada?
- Eu não posso responder estas perguntas.
- Claro que você não pode. Ninguém pode. Sabe por que? Por que não faz sentido fazer estas perguntas, é ilógico.
- Por quê?
- Porque não houve tal início do nada. Não pode ter havido esta origem do nada, é irracional e ilógico, não faz sentido fazer estas perguntas e se deter na causa primeira se não houve esta causa primeira. Isto é uma pergunta que não faz sentido. Nunca será encontrada esta origem, pois não há uma origem. Aquilo que existe sempre existiu. Se não fosse assim, não teria como explicar como poderia ter vindo do Nada, e por que, em um momento e não outro, de repente, sem nada, houve o Ser. Esta suposição não faz sentido.
Com muita dificuldade, o Ateu medita um pouco e compreende o que o Místico estava lhe querendo dizer. E entende que não faz sentido buscar uma origem se a existência sempre existiu. Se sempre existiu, não houve uma origem. Se tivesse surgido, ou teria surgido do nada, o que não faria sentido algum, ou de um ser que, de uma forma ou outra, já sempre teria existido. Do nada, seria impossível e sem sentido. Mas e de um ser? Pensando assim, o Ateu pergunta.
- As pessoas que acreditam em deus sempre dizem assim: Quem criou o Universo? E como esta resposta é difícil de se dar, elas respondem, foi deus que criou o Universo. O que você teria a me dizer sobre isso?
- Ora, e se você perguntasse para este teísta: E quem criou deus? Ele responderia, ninguém criou deus, deus é eterno.
O Mistico faz uma pausa, como que esperando um comentário do Ateu, mas o ateu não fala nada, e o Místico responde aquilo que ele queria que o Ateu respondesse.
- Por que o Universo não pode ser Eterno? E por que deus é eterno? Algum existente tem que ser eterno para haver existência, não é? Continua o Místico. Acontece que as pessoas separam deus do Universo, dizendo que deus é eterno e o Universo não. E por que o Universo não poderia ser eterno? Esta separação é o problema do Teísta. Colocam deus de um lado e o Universo do outro, e este é o problema. Elas colocam deus como o manipulador e criador do Universo, e não como o próprio Universo. Existem vários problemas nisso. O que deus fazia antes de criar o Universo? Por que criou o Universo? Estava sozinho? Deus tem ideias? Deus pensa? Deus tem vontades? Falta-lhe algo? Como se dá o pensamento em deus? Qual a substância de deus? Por que deus criou naquele momento e não antes? Deus tem impulsos e vontades? O que seriam as vontades de deus? Acontece que estas perguntas não fazem sentido pois não podem ser respondidas, pois este deus separado do Universo não existe. A unica coisa que existe é o Ser, o Universo, e o Ser é eterno. Se as pessoas não separassem deus da Natureza, todos os nossos problemas entre ciência e religião seriam solucionados.
- Então, não há uma origem, pois o Universo sempre existiu, de uma forma ou de outra? Pergunta o Ateu.
- Sim.
- E deus, se existe, seria o próprio Universo?
- Só existe a existência. E ela é eterna. Se quer chamar de deus, ou Universo, ou Natureza, ou Contínuo Espaço-Tempo, ou partículas, seja lá o que for, sempre foi.

Yezide aproximadamente 4 anos

Ficou desformatado rsrs.

Espero que legível.

Dyulax aproximadamente 4 anos

Maneiro :smile: gostei

p.s. use o botão "pré-visualizar" pra ver como vai ficar o texto...

Walberta quase 4 anos

Bacana :)
Tem taaanto tempo q nao entro nesse grupo :)
Sorte para todos :)
Lembrei de uma musiquinha q eu fiz quando mocinha:
Havia um bruxo que se chamava Anselmo
Um dia ele subiu no alto de um monte ... Onde havia um deus
Anselmo perguntou ao lago e o deus respondeu:
O deus esta dentro de você
Pobre Anselmo é bruxo decadente... Pobre Anselmo é bruxo decadente

Poxa, fazem tantos anos... Hahaha acho q já esqueci a letra...

Sorte para todos :)