Discussão: Interpretações bíblicas da cabalá

Snype quase 2 anos

1) Para sabedoria da cabalá as narrativas biblicas tb são históricas e literais... tipo os israelitas foram realmente escravisados no Egito?
Ou representam apenas uma realidade espiritual?

2) O que a sabedoria da cabalá diz as respeitos dos assassinatos, guerras e tantas barbaries narradas nas escrituras?

3) Onde se pode obter as tecnicas de interpetração das escrituras?
Tais técnicas são objetivas, de forma que qualquer um que esteja de posse dessas chega ao mesmo resultado? Ou depende da subjetividade do interprete?

Aluvaia quase 2 anos

Acho pertinente, em primeiro lugar, esclarecermos que a Cabala que estuda o ocultista moderno se difere da Cabala que estuda o cabalista hebreu; se diferenciam em suas aplicações, finalidades e complexidade.

De um modo geral, a Cabala que os ocultista estudam é bastante mesclada com outros ramos do esoterismo ocidental, numa enorme emaranhado de associações as mais diversas, tendo finalidades bastante práticas. Já a Cabala dos hebreus, por sua vez, me parece um tanto mais mergulhada nas lendas da cosmogonia Judaica e meio que se perde nessa micelânia, é muitíssimo mais abstrata e não serve para muita coisa no sentido mais pragmático do termo. E pelo que entendi, é nessa essa última que se pautam suas perguntas.

1) Para sabedoria da cabalá as narrativas biblicas tb são históricas e literais… tipo os israelitas foram realmente escravisados no Egito? Ou representam apenas uma realidade espiritual?

Até onde eu sei, não existe essa coisa de “a sabedoria da Cabalá”, sendo ela apenas um corpo de ensinamentos teóricos e técnicos a respeito de mitologia e uma espécie de “diagrama” da dita estrutura do macro e microcosmos. Sabedoria é uma condição humana para a qual a experiência de vida vai (ou não) nos conduzir. Um cabalista pode ser tão tolo quanto qualquer outro tolo, assim como um não cabalista poderá tornar-se sábio sem jamais ter colocado os olhos num diagrama da Otz Chiim.

De maneira que, até onde eu saiba, narrativas bíblicas serão tão literais quanto deseje-se, não tendo a Cabala nada a acrescentar a respeito. No entanto, historicamente se diz que realmente houve escravidão israelita no Egito, ainda que isso não faça diferença alguma nos dias de hoje, creio eu.

2) O que a sabedoria da cabalá diz as respeitos dos assassinatos, guerras e tantas barbaries narradas nas escrituras?

Até onde eu saiba, nada. Assassinatos, guerras e barbáries hoje são vistos como atrocidades, ma eram uma constante nos tempos antigos.

3) Onde se pode obter as tecnicas de interpetração das escrituras? Tais técnicas são objetivas, de forma que qualquer um que esteja de posse dessas chega ao mesmo resultado? Ou depende da subjetividade do interprete?

Tudo é absolutamente subjetivo. Aliás, esse lance de interpretação das escrituras pela Cabala muitas vezes é pura forçação de barra, questão de crença, ou seja, se você acredita, faz todo sentido... caso contrário, é papo furado.

Desativado2060 quase 2 anos

Em minha humilde opinião "assassinatos, guerras e tantas barbaries" fazem parte do curso natural das coisas. E a Cabala na minha opinião não é de origem Hebraica.

Aluvaia quase 2 anos

Em minha humilde opinião “assassinatos, guerras e tantas barbaries” fazem parte do curso natural das coisas.

Concordo plenamente. O mundo é o mundo desde que o mundo é mundo.

E a Cabala na minha opinião não é de origem Hebraica.

Pode ser que não, mas eles já fizeram usucapião, agora já era.