Discussão: Dicas de filmes

Aluvaia aproximadamente 1 ano

Absolutamente nada contra os livros, mas vejo o cinema como uma forma de expressão da arte que se limita menos do que a literatura no que tange à capacidade do espectador, já que é muito mais explícito e “mostra” ao invés de sugerir, deixando menos a cargo da imaginação, tornando tudo mais preciso com relação ao que se quer transmitir.

Particularmente posso afirmar que tenho com o cinema uma relação quase iniciática, sendo que alguns filmes realmente me apontam o insuspeitado, me fazendo viver a vida por outros olhos, me colocando em condições de entender a realidade de uma forma absolutamente nova.

Certa feita, quando o Hadnu se transformou no finado Ágape, rolou um tópico a respeito de dicas de filmes pertinentes aos assuntos que normalmente abordamos e aos estudos que empreendemos. Acho que vale reviver a iniciativa.

Vou deixar a dica de um filme que um colega aqui do fórum me deu e eu achei absolutamente genial. O filme é “Mr. Nobody”. É uma obra que pode ser elencada como “ficção científica” (talvez) e que fala de muitas vidas e existências paralelas de um homem chamado Nemo. Eu curti e recomendo.

Se já viram, deem um feedback aí. Se ainda não viram, fica a dica. Se vocês sabem de filmes legais (e é claro que vocês sabem!), postem aí, vamos enriquecer uns aos outros.

Oculto aproximadamente 1 ano

Os filmes do Harry Potter, O Senhor dos Anéis, As Crónocas de Nárnias, As Brumas de Avalon

Alucard aproximadamente 1 ano

Trilogia Matrix

13º Andar

Cidade das Sombras

O Show de Truman

Donnie Darko

Eles Vivem

Interstellar

Presságio

Estranho Thomas

O Universo no Olhar

V de Vingança

Equilibrium

Sinais

Déja Vú

Contra o Tempo

A Origem

No Limite do Amanhã

Westworld (Série)

Stranger Things (Série)

Dark (Série)

Arquivo X (Série)

Aluvaia aproximadamente 1 ano

Dicas bem legais, alguns eu vi, outros não. Daqueles que eu assisti, gostaria de ressaltar a importância de um em específico, mas primeiramente quero fazer rápidos comentários sobre os que eu mais curti desses citados.

As Brumas de Avalon. Filme maravilhosos, belíssimo mesmo.

Triologia Matrix. Um clássico que coloca a noção de realidade em xeque.

Donnie Darko. Maravilhosamente bizarro, segue pela mesma linha de temporalidade e cronologia absurdas que o Mr. Nobody leva ao hiperbólico.

Interestellar. Ótimo filme que também brinca com essa noção do temporal e do dimensional.

A Origem. Excelente filme, efeitos incríveis. Quem nunca teve um sonho dentro de outro sonho?

Stranger Things. Demais, sou muito fã!

Mas tem um dos citados que pra mim excede a arte, ou melhor dizendo, sublima-a, fazendo com que se cumpra seu verdadeiro papel, que é tocar o coração do homem. Trata-se de um filme que eu achava muito idiota e que já tinha visto trechos dele inúmeras vezes, mas claro que nunca havia assistido inteiro e que quando assisti me apaixonei.

Estou falando de** V de Vingança**. Um filme que muitas vezes é entendido segundo um viés político, mas que de político não tem nada; trata-se de um filme iniciático. Lá podem ser encontrados todos os elementos, absolutamente todos: a alma, a razão, o ego, o SAG... Enfim, daria assunto pra um tópico inteiro.

Se ainda alguém entre nós tiver assistido a esse filme e visto nele uma obra que retrata uma revolução política, convido a assistir outra vez e lançar um novo olhar.

Alucard aproximadamente 1 ano

Já leu a HQ de V de Vingança aluvaia? É ainda melhor que o filme. O autor é o Alan Moore, um ocultista que é um dos melhores escritores de HQ's. Não só V de Vingança, mas ele tem outros clássicos da nona arte como Watchmen, que também possui um filme. Essa HQ talvez seja sua obra-prima.

Aluvaia aproximadamente 1 ano

Infelizmente ainda não li. Já “namorei” na livraria, dei até uma foleada e cogitei seriamente comprar, mas a grana estava curta e tive de fazer a difícil escolha entre uma graphic novel a qual eu já conhecia a história e um outro livro que eu ainda não tinha, e dai a razão venceu o coração.

Mas sim conheço sobre a obra do Alan Moore, não tive muito a oportunidade de lê-la, senão por um volume de Promethea, que achei genial, mas ela definitivamente está nos meus planos. Wachtmen eu assisti o filme, e é um baita filme.

O Alan Moore fez um um livro chamado "Necronomicon", baseado nas loucuras do Lovecraft, e eu quero muito conferir. Quando criança eu era fã de Lovecraft, e na verdade gostaria de ver alguma coisa dele no cinema, infelizmente nunca vi uma obra adaptada dele que não fosse absolutamente decepcionante.

Dyulax aproximadamente 1 ano

Recentemente saiu o A Dark Song, que narra a história de uma pessoa que deseja realizar a operação da Magia Sagrada de Abramelin o Mago. O retiro é bem distorcido, claro, mas o filme ainda assim é curioso:

http://www.imdb.com/title/tt4805316/

Aluvaia aproximadamente 1 ano

Filme bacana. Interessante aquele esquema de círculos interlgados que ele faz no quarto das operações, nunca tinha visto aquilo em lugar nenhum, nada que ver com Abramelin, mas bem curioso sim... Tem umas coisas que dão um certo desconforto, tipo o cara traçando umas letras japonesas nas costas da mulher durante um dos rituais da pretensa “operação de Abramelin” (porque não hebraico, ou ainda que fosse latim?) mas, de um modo geral, é dos filmes menos absurdos que eu já vi a respeito do assunto, ainda que ande um pouco longe de algo realmente factível.

Me pergunto quando algum roteirista vai ser capaz de consultar um magista na hora de escrever um filme sobre magia. Ou será que o negócio é distorcido de propósito?

Alucard aproximadamente 1 ano

Assisti ao filme "Mr. Nobody" recomendado pelo aluvaia. Realmente, é um filme que nos faz pensar muito sobre nossas escolhas, teoria do caos, destino, propósito, etc. Recomendo.


Aliás, vou aproveitar esse tópico para regularmente postar mini reviews sobre esse tipo de filme, que graças a um excelente site que eu já conhecia, chamo de "cinema gnóstico", isto é, filmes que nos fazem refletir sobre muitos aspectos de nós mesmos e da própria realidade. O site é esse: http://cinegnose.blogspot.com.br/

Na lista dos 100 melhores filmes gnósticos segundo o autor do site, já assisti a quase todos do TOP 10 (Matrix é claro está no TOP 10). Aqui está a lista: http://cinegnose.blogspot.com.br/2017/12/no-oitavo-aniversario-cinegnose.html


Hoje assisti ao quinto lugar, um filme norueguês de nome "O Homem Que Incomoda". A estrutura do filme é a mesma de matrix (cujo autor do site classifica como CosmoGnóstico, ou seja, "onde o protagonista encontra-se prisioneiro em realidades artificialmente produzidas. Ou em variações temáticas como Cosmodrama ou Órbita 9 no qual astronautas despertam numa nave, sem saberem o propósito da missão, porque estão ali e de onde vieram."). A diferença é que é uma pegada bem mais simples e "pé-no-chão". Embora não se saiba ao certo se se trata de uma visão crítica religiosa, social, política, etc. está tudo lá: a sensação de falsa realidade, as pessoas ao redor imersas em um sono profundo baseado em um ilusório consenso de realidade, a busca pela verdade e os "agentes Smith". Recomendo.

Aluvaia aproximadamente 1 ano

Assisti a um filme chamado "Mother!"; o film é tão doido que eu não estou bem certo, mas acredito que trate-se de uma metáfora sobre a mitologia hebraica. Alguma alma caridosa viu e saberia me dizer?

Se não assistiram, eu recomendo. Não vou falar muito pra não dar (ainda mais) espoiler, mas achei um filme curiosíssimo.

Ire 12 meses

93

Sobre Mother.

Particularmente achei bem interessante o filme, trata-se de uma visão do cristianismo, velho e novo testamento, visto de cima, ou seja, da perspectiva da divindade, no caso, a Mãe, que é também uma criatura. Algumas coisas são bem legais, por exemplo, a concepcão dos "sinais" de reconhecimento etc., além de outras coisas que se eu falar meio é entregar spoiler.

Não sei se é viagem minha, mas diversas dos símbolos são mais claros, como a Mãe relacionada com Binah ou o Diamante como Kether. A vontade do Pai de criar, etc. Vai do Gênese ao Apocalypse.

=====

Em relação aos filmes, minhas sugestões seriam:

Revolver (Guy Ritch) - Além de ser cheio de símbolos de cabala (inclusive, novamente, Kether no detalhe de uma das cenas) é uma excelente imagem do Ego e como lidar com ele.

Clube da Luta - A despeito de também lidar com o Ego (por exemplo que seu Self vai eventualmente lhe arrastar pelos cabelos se você não colaborar), se prestar atenção o personagem principal não tem nome, você pode fazer várias associações sobre a iniciação e, particularmente, recomendaria dar uma olhada nas classificações do Jung sobre o consciente e o inconsciente, pois vejo diversos dos personagens como sendo, ironicamente, arquétipos de seus arquétipos. Daí que você tem a Persona (Ego) no personagem principal, a Anima, o Self, etc.

====

Adendo, vi que alguns de vocês gostam de filmes como Matrix. Essa ideia, também expressa com uma menor intensidade em a Origem, é uma leitura de um cenário filosófico bem antigo (ainda assim atual) chamado de "Mente na Cuba" (basicamente, a realidade é uma mentira), talvez seja agradável de conhecer aos que gostam da ideia. Em filosofia, diversos pensadores já o utilizaram como Platão (Caverna), Descartes (Cogito), Russel (criação do mundo), etc. Há um livreto facilmente encontrado na internet chamado 50 idéias sobre filosofia, que trata de forma resumida sobre o tema.

93,93/93

Frater_oculto 19 dias

Estes são filmes e séries baseados na obra de Neil Gaiman, onde o mesmo participa de alguma forma, o que faz não fugir tanto da obra original:
2005 MirrorMask
2007 Stardust
2018 How to Talk to Girls at Parties

E as séries:
1996 Neverwhere
2017 American Gods