Discussão: Asana - Vajrasana (Dragão)

Frateruss aproximadamente 1 ano

Boa tarde a todos,

Gostaria de tirar uma dúvida, e ao mesmo tempo ter de vocês testemunhos referentes a prática das Asanas, especificamente sobre a posição do Dragão. Estou a quase um mês fazendo a Asana e indo pouco a pouco aumento o tempo da mesma, e estou muito feliz devido aos avanços em relação a mesma.

Porém nesse momento algo me preocupa, meus pés principalmente dedos estão dormentes, e ficam assim durante todo o dia, também sinto dores nos pés quando fico por um período de tempo em pé no dia.

Gostaria de ler o que vocês tenham a dizer e se possível trocarmos experiências nesse sentido.

Abraços a todos.

Aluvaia aproximadamente 1 ano

Dizem que alguma dor e rigidez são normais, principalmente em estágios iniciais, e de maneira mais pronuciada quando logo do final do Asana, especialmente o do Dragão em que todo o peso do corpo repousa sobre os calcanhares, recomenda-se observar e anotar a intensidade, a frequência, etc... e persistir, mas dentro dos limites do razoável, é claro.

Bom senso é necessário em tudo na vida. Dores muito fortes e persistentes são indicativo de algo não está legal, seja na postura, seja na sua constituição física, enfim. Não à toa, creio, existem outras posturas.

Eu, por exemplo, sou um cara pesado e não me adapto muito bem a essa postura do Dragão por uma questão de constituição física, minhas articulações dos joelhos e calcanhares me judiam quando passo muito tempo pesando sobre elas dobradas. Assim sendo, quando necessário, faço posições mais fáceis, como a do deus, por exemplo, ou até mais complexas, como a da Íbis, mas que não sacrifiquem tanto a articulação.

No final das contas, a imobilidade (já que a proposta da brincadeira é o "controle do movimento") é o que conta, já que ficar quieto, mesmo que seja sentado numa cadeira, deitado na cama ou atirado no chão, é um negócio que só parece fácil, mas que pode ser uma desgraça de difícil... e é! O corpo briga, ele esperneia, treme, dói, coça, tossi, funga, boceja... tudo isso pra mostrar pra você quem está no controle.

Dyulax aproximadamente 1 ano

Eu usava essa postura quando era mais jovem e 20kg mais magro. Sentia um pouco de dor nos pés e muito enformigamento, mas isso passava depois de uns quinze minutos, e eu não sentia mais nenhum desconforto ao longo do dia. Na dúvida consulte um médico.

Frateruss aproximadamente 1 ano

Aluvaia, Dyulax.

Muito obrigado pelas respostas, pode parecer algo simples e sem importância mas é muito bom ter esse retorno de vocês.

Parei de fazer a Asana e a sensibilidade dos pés voltaram, já não sentia praticamente o tendão, e sentia muita dor durante o dia. Porém, talvez por conta da maneira incorreta em fazer, eu simplismente fazia até não aguentar mais e aumentava a cada dia o tempo, com um objetivo sem sentido de chegar em pouco tempo ao objetivo, que nesse caso era permanecer 1 h imóvel.

Obrigado meus caros.

Aumgn aproximadamente 1 ano

Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei.

A técnica usada por mim, ensinada pelo meu Superior na Santa Ordem, Frater 939.·. (Ray Eales), consiste basicamente em incrementos pequenos de tempo associados ao aumento da qualidade da prática. Tomando a Asana como exemplo, após se escolher uma postura (por exemplo, a do Dragão), começa-se assumindo a postura e setando um timer para 5 minutos. Durante estes 5 minutos, conta-se quantas quebras ocorreram, sendo que quebras são basicamente qualquer coisa que tire sua atenção da simples observação do corpo, i.e., barulhos, coceiras, dores, pensamentos, sensações (boca seca, fome etc.). O ideal é utilizar um método pouco invasivo para se contar as quebras, como por exemplo um contador manual (jogando esse nome no google, encontra-se facilmente e é barato).

Em geral, começa-se com um nº de quebras em 5 minutos na faixa de 10-15 (pode variar muito) e, o normal é que, ao longo dos dias (a prática deve ser diária, para se conseguir consistência), esse nº aumente significativamente, demonstrando que sua concentração está aumentando e, portanto, você está percebendo mais as quebras. Depois de um certo tempo, a tendência é se desenvolver algum controle e o nº passa a diminuir... quando o decremento no nº de quebras for significativo (digamos que caia de 40 para 20, por exemplo), você incrementa seu tempo de prática (digamos, para 7 minutos), e assim sucessivamente. Com persistência e consistência, você alcançará um longo tempo com um nº pequeno de quebras e poderá passar para outros exercícios (como Dharana, onde é possível usar o mesmo método), a não ser, é claro, que a Asana em si seja seu único objetivo.

Muitos acham que Asana é só ficar totalmente imóvel durante um tempo predeterminado, e se fosse só isso (não que seja fácil), se tornar um Senhor de Asana demandaria apenas algum esforço pequeno. Na realidade, o corpo (e principalmente, a mente) é muito mais barulhento do que se imagina a princípio e, fazendo Raja Yoga da maneira correta, rapidamente isso ficará claro.

No caso da postura do Dragão, ela pode ser uma complicação para quem é muito pesado, mas se não for o caso, você pode tentar adaptações, como contrabalancear o peso do corpo entre os tornozelos e as pernas, deixar as costas dos pés contra o chão ou incliná-lo de maneira a ficar com os dedos nos chãos (não sei se ficou claro), ou simplesmente colocar, sobre o tatame (ou seja lá o que você usa), algum pano macio (como uma manta ou uma toalha, por exemplo) embaixo das pernas mas não dos pés, deixando um leve desnível e tirando um pouco o esforço do peso sobre eles.

Recomendo também realizar um ritual de banimento antes de qualquer prática de yoga (na verdade, qualquer prática), pois geralmente ajudará na concentração. Sempre sugiro o Rubi Estrela (Liber XXV, conforme apêndice do Livro 4, parte 3).

Espero ter ajudado.

Amor é a lei, amor sob vontade.

Frater ΑΥΜΓΝ
Sociedade Novo Æon

Frateruss aproximadamente 1 ano

Aumgn,

Gostaria muito de agradecer pela sua resposta, e orientação.

Tive que ler algumas vezes seu texto, e nele é possível encontrar muitos fatores interessantes que com certeza vão ser vir de auxilio para a prática em questão.

Muito obrigado a todos.