Discussão: Assim eu quero assim se faz

Doegito aproximadamente 1 mês

Caros amigos, frateres, sorores, irmãos, todos... Me considero um ocultista iniciante, pois tenho um breve conhecimento teórico de diversas vertentes espirituais, até mesmo as científicas, como a psicologia. Estou pensando em me iniciar... ROSA-CRUZ, A.A. as quais tenho "namorado".

Somos adultos e creio que posso ser claro. Será que vale a pena eu mergulhar em um estudo e dedicação de anos? Meu objetivo é um: SER PLENO COMO SER-HUMANO, ter o domínio da vida. Faço essa pergunta na esperança de ter algum iniciado com estudo e pratica, mais elevado. Quero saber se realmente conseguirei(obviamente levando em consideração a dedicação) alcançar a "Arte de Provocar Mudanças em Conformidade com a Vontade". Não falo de nada que pode ser explicado como a telecinese com um PSI-WHEEL, digo apagar uma vela a 10 metros... Não estou fantasiando, sei que magia é muito maior que tudo isso, inclusive o processo de transformação interior, mas isso eu alcanço em um livro de alto ajuda. Alguém, entre nós, com conhecimento de causa, vivencias, pode me garantir ou relatar os poderes os alcançados sendo um iniciado?Um mestre? Um mago? Um sumo sacerdote?

Meus sinceros agradecimentos!

Aluvaia aproximadamente 1 mês

Bom, em primeiro lugar eu acho interessante que você note que da Rosacruz (leia-se AMORC, imagino que se refira a ela) para A.´.A.´. existem muitas diferenças, e acho que a mais fundamental delas reside no fato da primeira ser uma Ordem de cunho místico ao passo que a segunda é uma Ordem mágica.

Quando você fala em "ser pleno como ser humano" e "ter o domínio da vida", me soa uma pegada assim bem AMORC mesmo, entretanto, depois fala em "poderes" e isso me parece tresloucado (como o discurso da esmagadora maioria no começo do caminho do mágico, eu inclusive). Particularmente nunca conheci uma Ordem mágica digna de qualquer crédito que prometesse "poderes" aos seus iniciados.

No que tange ao ditos "poderes" cabe mencionar que ninguém consegue ir contra o fluxo natural das coisas, no máximo elastecer um pouco as malhas da realidade, e ainda assim tenho sérias dúvidas sobre a pertinência dessa intromissão toda. Seja como for, o Caminho de auto descoberta (muito diferente da auto-ajuda) é 99,98% do caminho do magista, e 100% de seu intuito; o resto é magia ordinária.

Uma iniciação, por exemplo, não é mais do que uma tomada de consciência, uma mudança na maneira de se entender o Universo; o que lhe confere "poderes" é a forma como você encara a vida e a maneira pela qual reage a ela, e não nenhuma faculdade psíquica especial. Conheça os sinais e esteja atento a eles e isso lhe dará o "poder" de entender a linguagem do Universo; ignore-os e o Universo será mudo aos seus ouvidos. O sobrenatural não existe. Estude, treine sua mente, controle seus impulsos, eduque o seu corpo, fortaleça sua vontade... e você será capaz de coisas incríveis, extraordinárias até, mas nunca inexplicáveis sob um ponto de vista físico.

Causar mudanças nas realidade em conformidade com a Vontade não chega a ser algo assim tão difícil; descobrir a Verdadeira Vontade muitas vezes é tarefa muito mais árdua.

Caso tenha dúvidas específicas, fique à vontade para perguntar.

Doegito aproximadamente 1 mês

Meu caro Aluvaia, muito obrigado por sua resposta, ela foi extremamente clara, todavia, aproveitando sua atenção, e se possível for, gostaria de saber "o seu caminho", apenas a título de informacao, para saber sua base de conhecimento, que é muito sábia por sinal. Quando me referi a 'AMORC e a A.A, juntas, é que na primeira eu ja fiz algumas monografias, porém nao me iniciei, e a segunda tenho estudado de longe, ouvindo relatos e procurando um caminho mais pra esquerda. Ciente de que elas nao têm muito a ver.

Agora, partindo do principio de que nao existam poderes, os milagres de Aleister Crowlei eram apenas contos? Confesso que sou mais tendencioso para a ciência, mas gostaria de crer que possível seria fazer alguns milagres, mesmo que através de demônios, SAG, gênios, Eu superior. Resumindo...

Em qualquer escola de misterios, magia, etc...

Eu vou desenvolver, apenas, minhas faculdades psiquicas? Tenho a impressão que as faculdades psiquicas, são apenas minha imaginação, subconsciente mais detalhado...

Conto com sua sabedoria exposta.

Aluvaia aproximadamente 1 mês

Meu pai era membro da AMORC e desde a infância tive contato com "esses assuntos", ele era também muito entusiasta da parapsicologia, o que me legou alguma literatura e uma certa bagagem sobre o que é e o que que não é possível dentro dessa premissa.

Ainda nos anos 90 tive a oportunidade de conhecer pessoas dentro do Candomblé e, muito embora nunca tenha sido iniciado, essa vertente ajudou na minha formação mágica. Hoje vejo esse contexto religioso com outros olhos, mas foi muito importante para que eu achasse pistas sobre mim mesmo. Tive meu primeiro contato real com o mágico em 1998. Me iniciei na AMORC em meados de 2000 e logo depois também fui membro de uma Casa de Estudos chamada Nova Acrópole, que sob o pretexto de ensinar "filosofia clássica" me jogou no colo da Teosofia de Blavatsky. Depois vieram as tão anunciadas "precipitações Kármicas" que a Senda trás, e me bateram com força durante alguns anos. Resisti. Revisitei Thelema, que já conhecia sem grande profundidade, e depois conheci a Magia do Caos. Há cerca de 6 anos tive o começo de uma grande ruptura e fiz uma grande limpeza na casa, e só então as coisas começaram a se desvelar um pouquinho... e cá estamos nós.

Agora, partindo do principio de que não existam poderes, os milagres de Aleister Crowley eram apenas contos? Confesso que sou mais tendencioso para a ciência, mas gostaria de crer que possível seria fazer alguns milagres, mesmo que através de demônios, SAG, gênios, Eu superior.

Do pouco de Thelema que tive a oportunidade de conhecer não fiquei sabendo sobre os tais "milagres de Aleister Crowley". Se quiser compartilhá-los... O que demôniois, SAG, gênios, fazem não são milagres. Estar calçado pela ciência é uma estratégia interessante, não que devamos ser cientificistas ao extremo e declarar que a ciência é tudo o que existe, mas manter os pés no chão para compreender que certas coisas não devem se contrapor de maneira arbitrária só porque a crença da gente assim deseja. Existe um princípio mágico sim, se é isso que você quer saber, e a forma como ele atua é um mistério o qual suspeito tenha relação com a Natureza da Realidade, seja como for, não é esse show pirotécnico todo não, e repito, nada anda na contra-mão de um determinado fluxo natural.

Desenvolvimento de Faculdades psíquicas é um treinamento que permite que você esteja aberto a certos fenômenos parapsicológicos espontâneos. Por exemplo, fenômenos como telepatia e precognição acontecem, mas não quando você quer que aconteçam, ainda assim alguns podem achar interessante que ocorram. É o chamado subconsciente que permite que essas coisas se manifestem, aliás é ele o grande agente mágico no ser humano, e silenciar esse cara que fica gritando e cantarolando dentro da sua cabeça para permitir que você escute esse outro que vive em silêncio é uma das maiores tarefas da brincadeira toda.

Imaginação é uma ferramenta importantíssima, eu não a subestimaria. Particularmente creio que a realidade seja apenas um tipo mais vívido de imaginação, algo como o que gosto de chamar de um "estado semi-onírico", um sonho coletivo e mais ou menos vívido.

Doegito aproximadamente 1 mês

Sua historia nessa senda é fascinante, obrigado por compartilhar!

Sobre os "milagres" de crowley, ja ouvi em alguns textos e documentario que ele derrubou uma pessoa so pelo fato dele querer, isso pra mim é um tanto impressionate, apesar de parecer irreal kkkk. Enfim, a verdade é a seguinte, nos que temos interesse na área espiritual, ou é pq fomos influenciados por filmes fantasiosos, ou tivemos alguma influencia hereditária, ou ate mesmo por historias, etc. Eu sou uma dessas vitimas, estou tendando desconstruir as fabulas que me foram enraizadas.

De qualquer modo, da forma que queira, se eu seguir o caminho do ocultismo, e com real dedicaçao...Aonde eu chegarei? Peço que desconsidere as falhas e analise como se tudo corresse perfeitamente.

Você tem bastante conhecimento, e sei que já experimentou na prática algumas linhas de cunho espiritual/mistico/esoterico. Prometo que é a última pergunta. Hahah

Aluvaia aproximadamente 1 mês

Tem muito folclore sobre a vida do Crowley, e esse fato especificamente não sei se procede, mas ainda assim está muito longe de poder ser considerado um milagre.

De qualquer modo, da forma que queira, se eu seguir o caminho do ocultismo, e com real dedicaçao...Aonde eu chegarei? Peço que desconsidere as falhas e analise como se tudo corresse perfeitamente.

Difícil dizer onde você vai chegar, acho que uma vez que você descubra onde QUER chegar você já terá trilhado um bom pedaço do caminho. Cada Estrela tem uma órbita; você descobrir qual a sua e trilhá-lha é o maior dos desafios; descobrir e realizar a sua Verdadeira Vontade.

Um magista é capaz de influenciar a realidade?
Sim. Tanto mais quanto mais forte for sua Vontade.

Ele o faz?
Cada vez menos, na proporção de que se dá conta de que existe uma "Ordem Natural" que talvez seja um tanto mais esperta do que ele, emerso em seu miserável ego. Felizmente, de maneira inevitável até onde entendo, juntamente com a capacidade mágica, uma certa expansão de consciência se desenvolve. Pode chamar isso de maturidade. A verdadeira magia ocorre dentro, é invisível aos olhos e, diga-se de passagem, a iluminação está longe de ser esteticamente bela como pintam, podendo beirar o aterrorizante.

Mas e o poder de alterar o mundo físico?
Não existe magia instantânea, pois a Magia não acontece na realidade, ela acontece numa espécie de meta-realidade. Se vai se manifestar no físico é algo condicionado à técnica e a viabilidade. (falando de Magia ordinária)

Por exemplo, considere uma macieira... Você, caso deseje e saiba como fazê-lo, pode tentar por meios "mágicos" evitar pelo maior tempo possível que a maçã caia da árvore; ou pode, pelos mesmos meios, tentar apressar esse evento. Entretanto, uma vez que esta tenha caído, jamais conseguirá você fazê-la voltar à arvore, pois isto fere o preceito da viabilidade.

Sábio mesmo seria pensar se uma uma maçã verde não seria um tanto ácida demais, ou uma muito madura, muito seca e farelenta. Por que não esperar que caia apenas? Por que interferir? Enfim, existe um axioma em thelema, e este é "Faz o que tu queres", assim sendo...

A esmagadora maior parte dos "poderes" do magista é interna: capacidade de concentração, de imaginação, de visualização; controle sobre o próprio corpo, sua respiração, seus pensamentos, sua ansiedade, seus medos; agudeza mental, controle emocional, força de Vontade, magnetismo pessoal, sensibilidades psíquicas... e muitas outras coisas, mas todas elas exequíveis!

Penso que muita coisa poderia ser dita sobre demônios e anjos, hostes e esferas, e entendo que muita gente acredita mesmo nisso, entretanto, peço que me perdoe, mas não sou um desses e não atribuo realidade objetiva a (quase) nada desse colorido todo.

A Alta Magia, no final das contas, tem a mesmíssima finalidade do verdadeiro caminho religioso e místico: Levar o Homem a Comunhão com o Todo.

Doegito 30 dias

Meus sinceros agradecimentos!

Alucard 23 dias

Fugindo um pouco da visão e abordagem mais psicanalítica da magia (o que começou com o positivismo e ordens da época como a Golden Dawn), baseado em estudos e algumas poucas experiências, eu diria que quanto mais a pessoa conhece a si mesma, mais próxima ela está de compreender o universo, as suas leis e utilizá-las. Nessa perspectiva, não existem milagres, mas apenas o conhecimento daquilo que não é comumente conhecido.

Deixando de lado a filosofia e a subjetividade, algumas habilidades que são ditas possíveis aos adeptos mais avançados: telecinese, voo, controle dos 5 elementos, teletransporte, invulnerabilidade, intangibilidade, manipulação do tamanho do corpo, materialização e desmaterialização de objetos, etc. Tudo isso parece fantasioso, mas o entendimento dos planos e de suas leis torna tudo isso de simples explicação, embora ser capaz de tudo isso seja outros quinhentos é claro.

Doegito 21 dias

Alucard, obrigado por me responder e expor sua visao sobre!

Essas habilidades devem ser possíveis no plano astral, nao?

De qualquer modo, nao sei se ja ouviu falar sobre gnosis? Existe um "mestre" que eles diziam alterar as feições de seu rosto. Desculpe a aleatoriedade, mas me lembrou essa Ordem.

Aproveitando... esse tópico que abri, é justamente pra rasgar o veu das fabulas, mas sempre ocorre de vir historias fantasiosas. Existe um livro, de um autor cristão chamado Daniel Mastral, ex-satanista (desconsiderem o glamour desse título) chamado "filho do fogo", ele era satanista da church of saitan, e no livro ha relatos de que ele tinha a forca aumentada, telecinese, derrubava quem queria, tudo a mando de um demonio chamado Abraxas. Se puderem conferir...o primeiro volume nao tem nada sobre igreja, etc.

Gostaria de saber a opiniao de vcs a luz da realidade.

Desativado3351 21 dias

Se fosse para voarmos, teriamos asas; Se fosse para nos teletransportarmos, não teriamos pernas; invulnerabilidade, não seriamos humanos... etc etc. Não faz sentido sermos humanos e buscarmos coisas que fogem da natureza de um humano. Todas essas coisas que você citou não tem utilidade no sentido de vida humano. Seria como um jogador de futebol querer agarrar a bola com as mãos. Se você quer isso, jogue basquete. O sentido da vida humana é justamente se sujeitar às regras da vida humana e enfrentar o caminho individual da busca pela harmonia. Adoraria ter provas de que esses fenômenos são reais. Acho que, com a mesma convicção que alguém faz tais afirmações ela deve ser desafiada a prova-las. Na verdade, esse tipo de questão pode até ser interessante para um pesquisador, mas ainda acho distante de ser real e acho uma abordagem cética mais recomendada. Além disso não faz parte do objetivo do caminho mistico, pelo que entendo a respeito. Desculpem a falta da pontuação, estou impossibilitado de usar corretamente no momento.

Alucard 21 dias

[quote]Essas habilidades devem ser possíveis no plano astral, nao?[/quote]

As habilidades a que me referi são no plano físico mesmo.

Desativado3351 21 dias

Olha, eu fiz alguma edições em meus comentários, não imaginava que você já tinha lido. Fiz tais edições pois acho que tais fenômenos podem ser interessantes para a ciência. E não sou novato no caminho mágico.

Alucard 21 dias

Essas habilidades devem ser possíveis no plano astral, nao?

As habilidades a que me referi são no plano físico mesmo.

De qualquer modo, nao sei se ja ouviu falar sobre gnosis? Existe um "mestre" que eles diziam alterar as feições de seu rosto. Desculpe a aleatoriedade, mas me lembrou essa Ordem.

Sim, conheço bem a gnose e a foto. O Samael também já disse que manipulava o tamanho do seu corpo.:

"Os que estavam próximos de Samael, ou seja, parentes, amigos e discípulos, vivenciavam experiências inusitadas e misteriosas, típicas de um verdadeiro mestre nagual. Uma das tantas experiências vividas por um das filhas do Mestre foi ver Samael diminuir seu corpo físico e chegar a ter cerca de 50 centímetros de altura."

Fonte: http://www.gnosisonline.org/quem-e-samael/quem-e-samael-aun-weo/

Se fosse para voarmos, teriamos asas;

O mecanismo do voo a que me refiro é completamente diferente do voo das aves. Na realidade, existe mais de uma forma. A mais simples é aplicando telecinese em si mesmo. Também é possível manipulando a gravidade como o Bardon ensina em seu primeiro livro. Há outras.

5 elementos significam exatamente o que nesse contexto?

Produzir tempestades, fogo, terremoto, etc.

Se fosse para nos teletransportarmos, não teriamos pernas; ivunerabilidade, não seriamos humanos... etc etc. Não faz sentido sermos humanos e buscarmos coisas que fogem da natureza de um humano. Todas essas coisas que você citou não tem utilidade no sentido de vida humano. Seria como um jogador de futebol querer agarrar a bola com as mãos. Se você quer isso, jogue basquete.

Cara, eu percebo que você é iniciante e humildemente digo que com a leitura você entenderá o mecanismo por trás dessas habilidades. O homem comum possui um corpo apto às atividades básicas de uma pessoa comum. À medida que ele se desenvolve, ele entende as leis universais e as utiliza a seu favor. É a evolução em consciência que permite isso.

O sentido da vida humana é justamente se sujeitar às regras da vida humana e enfrentar o caminho individual da busca pela harmonia.

Claro, mas à medida que a entidade se abre para quem ela é, as limitações vão sendo removidas.

Caso você discorde disso, o mais sensato seria me dar evidencias de que essas coisas são reais.
Nem eu nem ninguém fará isso. Porque é algo individual. Se os mestres quisessem provar alguma coisa, se materializariam na ONU como super-heróis. Entretanto, posso lhe recomendar leitura sobre isso.

Esse tipo de coisa é infantilidade, e caracteriza alguém que enxerga 'magic' como magica, ou seja conhece o assunto por um esteriotipo externo, e não o vive de verdade, com todo respeito.

E o que lhe garante que o que você sabe é o correto e o limite? Sugiro mais pesquisa à respeito.

Apenas acho que, com a mesma convicção que alguém faz tais afirmações ela deve ser desafiada a prova-las.

Como eu disse, ninguém tentará provar nada. Isso é íntimo, embora existam alguns vídeos com algumas dessas habilidades.

Aluvaia 20 dias

Salve pessoal! Sei que já dei minha opinião, mas deixa eu botar mais uma lenha nessa fogueira aí... : )

Essas habilidades devem ser possíveis no plano astral, não?

Naquilo que ocultistas gostam de chamar de "plano astral" virtualmente qualquer coisa é possível; no físico, não. O plano físico é regido por Leis físicas e rígidas (como é característico das Leis, pois senão não seriam "Leis") e, muito embora alguns limites possam ser elastecidos, outros não. Isso não ocorre à toa, posto que Leis sempre servem para algo, no caso, proteger a própria estrutura do Universo (que é pra ser um cara muito mais espero do que nós) da interferência perniciosa de sua crias corruptíveis.

Aproveitando... esse tópico que abri, é justamente pra rasgar o veu das fabulas, mas sempre ocorre de vir historias fantasiosas. Existe um livro, de um autor cristão chamado Daniel Mastral, ex-satanista (desconsiderem o glamour desse título) chamado "filho do fogo", ele era satanista da church of saitan, e no livro ha relatos de que ele tinha a forca aumentada, telecinese, derrubava quem queria, tudo a mando de um demonio chamado Abraxas. Se puderem conferir...o primeiro volume nao tem nada sobre igreja, etc.

Força aumentada, dentro de determinados limites, descargas de adrenalina explicam, hipnose também... até uma academia ajuda rsrsrsrs; derrubar pessoas pode ser feito por meio de sugestão, está cheio de vídeo na internet mostrando pastor evangélico que lança uma "esfera de energia" contra o público e derruba uma platéia inteira, é a conhecida hipnose de palco; telecinese existe, acontece, mas não quando se quer, é um fenômeno espontâneo e involuntário. Esses fenômenos psíquicos físicos, no caso a telecinese, são "descargas" que funcionam como válvulas de alívio de um estresse ou conflito interno com o qual o inconsciente não consegue lidar, algo como uma extrapolação da psicossomatização. E são casos raríssimos. Quanto menos grosseiramente físico, tanto menos raro, haja vista a própria telepatia, que ainda que seja mais frequente, também funciona de maneira espontânea.

A base da (des)crença da Church of Satan é casada com a da Igreja Católica Romana, e isso meio que a limita, na minha opinião, assim sendo, não sei até onde pode ser considerada como referência dentro do satanismo e, muito menos, dentro do ocultismo. Seja como for, começando por aí, Abrasax é uma antiga divindade gnóstica, e não um demônio. Dissidentes tendem a ser fantasiosos, desdenhosos e pejorativos; vendedores de livros sensacionalistas tem obrigatoriamente que vender o "sensacional", ou não tem muito o que vender... entende?

Se fosse para voarmos, teriamos asas; Se fosse para nos teletransportarmos, não teriamos pernas; ivunerabilidade, não seriamos humanos... etc etc. Não faz sentido sermos humanos e buscarmos coisas que fogem da natureza de um humano. Todas essas coisas que você citou não tem utilidade no sentido de vida humano.

Concordo. Ainda assim, acho que é também humana a busca pelo sobre-humano, entretanto, creio que o primeiro passo em direção ao sobre-humano é aceitar determinadas limitações humanas como inerentes. Só consigo ser mais do que sou depois de ser plenamente quem eu sou.

Adoraria ter provas de que esses fenômenos são reais.

Somos dois, seria incrível! Sou um cético que torce para estar errado o tempo inteiro, o advogado do diabo que detesta o diabo. rsrsrsrsrs

Além disso não faz parte do objetivo do caminho mistico, pelo que entendo a respeito.

De fato. Repito que "A Alta Magia, no final das contas, tem a mesmíssima finalidade do verdadeiro caminho religioso e místico: Levar o Homem à Comunhão com o Todo".

Deixando de lado a filosofia e a subjetividade, algumas habilidades que são ditas possíveis aos adeptos mais avançados: telecinese, voo, controle dos 5 elementos, teletransporte, invulnerabilidade, intangibilidade, manipulação do tamanho do corpo, materialização e desmaterialização de objetos, etc. Tudo isso parece fantasioso, mas o entendimento dos planos e de suas leis torna tudo isso de simples explicação, embora ser capaz de tudo isso seja outros quinhentos é claro.

As pessoas tem uma predisposição natural para enxergar aquilo em que acreditam, ou seja, o que o princípio "acreditador" do ser humano, acredita, o princípio "observador" do ser humano, observa; seja por atenção seletiva, ou seja porque a realidade tende a mostrar-se para ele no intuito de reforçá-lo com relação à própria crença, não importa. Seja como for, acho que você já me conhece o suficiente para saber que eu não acredito em nada disso.

Ainda assim, tenho eu também minhas próprias crenças, e acho que sim, algumas coisas são possíveis, tais quais, por exemplo, telepatia por meios indiretos, processos de cura à distância, algum controle sobre fenômenos meteorológicos a médio prazo (horas, dias), capacidade de visão remota e outras sensibilidades... Ademais, crença é crença. Os homens, via de regra, se agarram às próprias crenças mais do que a tudo na vida, e perdê-las, muitas vezes, é perder tudo. Sábio, entretanto, na minha opinião, é duvidar até daquilo em que se acredita.

Desativado3351 20 dias

Existem estudos com avaliação por pares cega a respeito de precognição, parecem ser interessantes mas nunca li a fundo. Enfim, algumas coisas assim são reais sim, mas voar, teletransportar e materializar me parece coisa de anime e meio tenso fazer apologias sem ter como dar provas... Petter James Carrol se não me engano cita ter atingido uma pessoa a distancia uma vez com seu "duplo eterico" ou coisa assim kkk Quem sabe, mas só acredito vendo!

Desativado3351 20 dias

Cara, eu percebo que você é iniciante e humildemente digo que com a leitura você entenderá o mecanismo por trás dessas habilidades.

Isso de ser iniciante pode ser relativo. Comparado a você posso até ser iniciante, mas tenho um pouco mais de uma década de experiencia com misticismo, vi e vivenciei coisas bem reais e intensas. Algumas dessas coisas que experimentei inclusive me ensinaram a ter o pé no chão. Tenho também uma considerável experiência com ciência e metodologia cientifica (apesar de não ser cientista/pesquisador). Realmente nada que eu li EXPLICA o mecanismo por trás dessas habilidades que você citou e adoraria ter acesso a esse tipo de material certamente muito pouco conhecido.

Sério mesmo, já que você diz ter acesso a uma literatura que explica o MECANISMO por trás dessas habilidades, por favor, se importaria em compartilhar?

Alucard 20 dias

As pessoas tem uma predisposição natural para enxergar aquilo em que acreditam, ou seja, o que o princípio "acreditador" do ser humano, acredita, o princípio "observador" do ser humano, observa; seja por atenção seletiva, ou seja porque a realidade tende a mostrar-se para ele no intuito de reforçá-lo com relação à própria crença, não importa. Seja como for, acho que você já me conhece o suficiente para saber que eu não acredito em nada disso.

Eu creio que as experiências das pessoas determinam quem elas são e no que elas acreditam. No meu caso, desde criança sou "vacinado" contra o pensamento ceticista de que a realidade física é imutável. Ao ver uma nave não humana bem próxima a mim fui tomado pelo medo e com o passar dos anos eu fui percebendo como as pessoas são soberbas em suas conclusões e por isso alheias às possiblidades da vida.

Isso em grande parte é decorrente da falsa crença de que algum limiar fora alcançado. O chamado zeitgeist, uma percepção particular a uma época específica. Por exemplo, se pudéssemos voltar há 500 anos atrás e então descrevêssemos ao povo da época as maravilhas tecnológicas e cientificas de hoje, certamente seríamos chamados de loucos.

Sob o ponto de vista do esoterismo isso é mais evidente ainda. Tomemos por exemplo a projeção astral e as eventuais provas de sua existência. Uma simples comprovação já é suficiente para termos que reformular toda a nossa física. Ou seja, aqueles produzindo e vivenciando tais fenômenos são testemunhas de como a humanidade pouco sabe do universo. Um fenômeno transcendental, mas que é mais um em um universo de tais fenômenos, já coloca em xeque a compressão básica que temos da realidade. De posse disso, não acho insensato considerar que um homem possa voar. Hoje isso parece absurdo. O será amanhã?

Tenho também uma considerável experiência com ciência e metodologia cientifica (apesar de não ser cientista/pesquisador).

Sugiro que esqueça o método cientifico em certos casos. Se trata de um modelo composto por padrões pré-determinados no que tange às condições nas quais a hipótese será testada. Isto é, se um fenômeno real não pode ser exaustivamente testado e replicado ele não pode ser considerado real. Portanto, há uma limitação implícita em tal metodologia.

Sério mesmo, já que você diz ter acesso a uma literatura que explica o MECANISMO por trás dessas habilidades, por favor, se importaria em compartilhar?

Meu ponto foi que, dentro da ótica esotérica e ocultista, o mecanismo por trás do voo de um homem por telecinese por exemplo, é completamente diferente do mecanismo do voo de uma ave. Em relação à explicação da telecinese em si, não existem conclusões sobre a natureza de tais fenômenos e naturalmente não é possível uma abordagem cientifica. O que muitos supõem é que se trata de manipulação de objetos através do prana.

Sugiro a leitura do livro “Magia Prática – O Caminho do Adepto” do Franz Bardon, pois o mesmo oferece uma explicação aos supostos fenômenos que o mago será capaz de realizar. Aqui está o link caso deseje ler: https://drive.google.com/open?id=0B24ZS9LU5C42Q0NRZHh4NkRXa3JjeVdBT005dmFJRVUySG9v

Um caso intrigante é o de um amigo que passou mais de um ano sem comer. Fato em si que já torna nossa biologia, química e física obsoletas. Caso desejem ler sobre isso, aqui está o link para o relato dele: https://www.viagemastral.com/forum/index.php?/topic/12374-prazer-necessidade-h%C3%A1bito-ou-aliena%C3%A7%C3%A3o-comer-carne/&do=findComment&comment=63978

Uma outra dica é um livro sobre parapsicologia. Nesse livro são descritos alguns fenômenos de manifestação física que já foram relatados na história. É um bom ponto de partida e acredito que os amigos sabem que se prender apenas uma visão ou escola é deveras limitante: https://drive.google.com/open?id=1fJkAtdx3S-0Xtdj7auPXofYSmk2VBVko

Desativado3351 20 dias

“Magia Prática – O Caminho do Adepto” do Franz Bardon,"? Sério? É essa literatura que você acha que eu não li? É essa a literatura que explica como tais mecanismos funcionam?

Prezado, com metodo cientifico não me refiro necessáriamente ao metodo dos cientistas comuns. É uma pobreza mental esperar isso de mim. Na verdade você está me subestimando bastante. A definição de ciência para mim trata-se de uma verdade que não depende de interpretações. Quando me referi a experiencias com o metodo cientifico, me referia principalmente à metodologia do iluminismo cientifico, por mais que eu possua um pouco de experiência em ciência vulgar de maneira geral. O metodo do iluminismo cientifico não dispensa coisas como "espontaniedade" como condições favoráveis a certos fenômenos. Estou começando a achar que vossa senhoria que não esta familiarizado com a literatura oculta. Na verdade, não sei por que ainda estou levando essa discussão a sério depois de ter citado naves espaciais (não que não possam existir, mas pessoas que citam essas experiências com tanta facilidade não gozam de boa reputação kkkkk) recomendo que diminua ou pare imediatamente o uso de alucinogenos. Nenhum dos livros que você citou explica nada com base em axiomas. O verdadeiro metodo da ciencia é imparcial, e não há motivo para que nenhum fenomeno não possa ser examinado através dele. Por isso utilizamos do termo "iluminismo cientifico", pois compreendendo um pouco dos principios que regem tais fenômenos consideramos coisas como espontaniedade e estado emocional como condições importantes para estes fenômenos e tudo isso é levado em conta. Durante meu período de trabalho na A.'. A.'. pelo menos, eu especificava todas essas condições e o cruzamento de dados posterior se mostrava muito esclarecedor. Estes autores clássicos são um pouco exagerados em suas interpretações e recomendo que não se apaixone pela maneira deles de interpretar suas experiências. Não estou dizendo que estes fenomenos não possam ser reais. Não me entenda mal. Estou dizendo apenas que se é algo real, as evidências o acompanham tão certo como minha sombra o faz com meu corpo. Não há por que considerar tais fenômenos antes das evidências. Isso é fanatismo, delírio. Relatos não são necessariamente provas.

Aluvaia 20 dias

Eu creio que as experiências das pessoas determinam quem elas são e no que elas acreditam.

Em grande parte, sim. Mas não apenas e não de forma assim tão determinante.

No meu caso, desde criança sou "vacinado" contra o pensamento ceticista de que a realidade física é imutável. Ao ver uma nave não humana bem próxima a mim fui tomado pelo medo e com o passar dos anos eu fui percebendo como as pessoas são soberbas em suas conclusões e por isso alheias às possibilidades da vida.

Bom, não vou entrar no mérito disso, não se trata de assunto de fácil compreensão e nem acho que se chegaria a qualquer consenso. Entendo que deva ter buscado explicações para esse evento e até imagino que acredite que as tenha encontrado, mas torno a dizer que, por hora, não vou entrar no mérito. Compreendo, respeito, mas não acho que uma vez que enveredemos pra essa selva consigamos sair facilmente.

Isso em grande parte é decorrente da falsa crença de que algum limiar fora alcançado. O chamado zeitgeist, uma percepção particular a uma época específica. Por exemplo, se pudéssemos voltar há 500 anos atrás e então descrevêssemos ao povo da época as maravilhas tecnológicas e cientificas de hoje, certamente seríamos chamados de loucos.

Talvez sim, talvez não. Seja como for, não estamos tratando de tecnologias. O desenvolvimento tecnológico muda, o homem é o mesmo.

Sob o ponto de vista do esoterismo isso é mais evidente ainda. Tomemos por exemplo a projeção astral e as eventuais provas de sua existência.

Já discutimos a respeito, e as ditas eventuais "provas" só provam que um fenômeno ocorre, e não necessariamente que uma "projeção" ocorre. Projetar-se para onde? Continuo com a minha tese de que o que ocorre é um mergulho, uma imersão em um "algo" coletivo por intermédio do próprio inconsciente individual. Mas isso também na prática não muda muita coisa.

Uma simples comprovação já é suficiente para termos que reformular toda a nossa física. Ou seja, aqueles produzindo e vivenciando tais fenômenos são testemunhas de como a humanidade pouco sabe do universo. Um fenômeno transcendental, mas que é mais um em um universo de tais fenômenos, já coloca em xeque a compressão básica que temos da realidade. De posse disso, não acho insensato considerar que um homem possa voar. Hoje isso parece absurdo. O será amanhã?

Não acho que sob esse prisma o fenômeno em questão vá tão longe a ponto de "colocar em xeque a compreensão que temos da realidade", pois trata-se de um estado bastante semelhante ao transe, algo que a própria hipnose poderia propiciar. Daí a crer que homens podem voar, acho distante.

Seja como for, acredito que devamos nos atentar para o fato de que um camarada veio até este espaço e pediu franqueza com relação às suas dúvidas, e nós enquanto disseminadores de determinados conhecimentos pouco ortodoxos e, queiramos ou não, formadores de opinião, devemos ter muito cuidado com o que afirmamos. Você deve sim levar em consideração a possibilidade de estar redondamente enganado, e eu também. A questão é: uma vez que um de nós dois esteja absolutamente enganado e, por consequência, enganando (ainda que com a melhor das intenções), quem de nós tem potencial maior para prejudicar o próximo no sentido de fazê-lo tomar o caminho errado? Eu que digo "duvide"? Ou você que diz "creia"?

Na verdade, me importa pouco em quem ele aposta suas fichas, na verdade gostaria que em nenhum de nós, mas que pesquisasse por si mesmo e tirasse suas próprias conclusões. Como disse, crenças são crenças e cada um acredita naquilo que quer ou convém, eu apenas tomaria cuidado ao afirmar veementemente coisas que eu não vi e nem vivi apenas porque reza a lenda.

Doegito 20 dias

Senhores, fascinante essa discussao! Da parte de algun(s) nota-se o ego falando , de qualquer forma, o ego pode ser algo a ser domado, ou algo a ser exteriorizado, depende de sua vertente!

Confesso que tudo isso me trouxe ao que me motivou a criação desse tópico, e claramente, vejo pessoas muito bem instruídas e com muito boa gramática.

Acima da crença ou da descrença nota-se uma sede por conhecimento, entao, ainda que eu nao alcance um camimho, ou nao acredite no caminho, no pior dos casos estarei adiquirindo conhecimento. Em todo caso, nao vou deixar a total falta de fé me dominar, afinal, crer no inexplicável traz grandes "poderes".

Sinceramente, acho que o meu caminho por tudo que foi debatido, está mais para as faculdades psíquicas, afinal, esse lado a ciência consegue acompanhar. Estou dando esse retorno como gratidão a atenção que me deram ou me darão ainda hahaha.

Resumindo... ROSACRUZ misturado com PARAPSICOLOGIA e um dedinho de JESUS(fé é fundamental).

Alucard 20 dias

Bem, já que partiu para uma tentativa de depreciação de minha pessoa eu não irei mais responder porque seria perda de tempo. Não fiquei chateado ou coisa parecida. Se pareci querer impor meu ponto de vista peço desculpas. Estava apenas relatando o que está na yoga, no hinduísmo, no budismo, no ocultismo, na parapsicologia e em praticamente todo tipo de fonte no que tende a esses assuntos "marginais". Namastê.

Desativado3351 20 dias

Afirmações fortes devem ser questionadas de manera igualmente forte quando não se tem referência, ao meu ponto de vista pelo menos. É diferende de quando alguém chega humildemente dizendo que está dando sua opinião com base no achismo. Eu odeio ver pessoas espalhando desinformações por ai, isso só descredibiliza o nosso meio, e nesses momentos um ponto de vista severo se faz necessário ao meu ver. Você se mostrou arrogante ao dizer que sou um iniciante só por discordar de você mesmo não tendo ideia de quem eu sou, então devolvi com a mesma moeda. Experiencias com OVNIS devem ser mencionadas sob extremo cuidado, com pessoas certas e no momento certo, sob o risco de ser ridicularizado. Se exagerei, peço perdão, tenho um jeito meio intolerante as vezes. Tenham um bom dia.

Gabaloshan aproximadamente 23 horas

Doegito, primeiro de tudo, você não deve esquecer da seguinte máxima de Liber Legis: "Amor é lei, amor sob vontade." Você não deve entrar em um caminho estando desanimado ou duvidando de suas próprias capacidades para aquele trabalho. Não existe ninguém incapaz de nada; "todo homem e toda mulher é uma estrela." Sendo assim, cada ser humano é o seu próprio universo, e ninguém deve interferir no caminho do outro. O sistema de iniciação da A.•.A.•. foi feito com todo o cuidado para evitar esse tipo de interferência. Ninguém deve se preocupar com as experiencias dos outros, pois você deve trabalhar na sua apenas, para que possa tirar suas próprias conclusões. Quanto aos "poderes", se essa é a sua maior preocupação, é melhor tomar cuidado para não se tornar como muitos falsos iniciados que andam por aí (em diversos seguimentos) procurando apenas a satisfação do seu ego e a realização material. Eles acabam se perdendo em si mesmos e distanciam do verdadeiro conhecimento, que é o conhecimento de si mesmo.