Discussão: Escala de cores

Lealis aproximadamente 2 meses

Saudações a todos,
Acompanho o fórum há muito tempo, mas nunca interagi. Hoje venho com um questionamento e agradeceria a informação dos amigos.
Alguém pode explicar o porque das cores nas escalas do Rei / Rainha / Imperador e Imperatriz? Acho muito curiosa algumas combinações de cores, como cinza manchado com rosa, cinza avermelhado inclinado pra o roxo etc... Em algumas eu até consigo "sentir na alma" um tipo de congruência....Algo do tipo: Hum, verdade, esta combinação de cores expressa bem está energia. Mas algumas não fazem o menos sentido pra mim. Bom, alguém poderia falar mais sobre o assunto?
Agradeço pelo simples fato de poder externar a duvida.

Aluvaia aproximadamente 1 mês

Então... Na real eu também não sei mas, se está se referindo ao Tarô de Crowley (e eu não tenho certeza de que esteja), existe um livro chamado "Tarô de Crowley Palavras-Chave" de Hajo Banzhaf e Brigitte Theler, que trás para cada um dos arcanos uma breve explicação da simbologia e seu significado.

No caso dessas cartas especificamente diz assim:

Imperatriz

Símbolo - Figura de mulher trajada com um vestido verde e rosa, com uma coroa lunar verde e uma cruz que simboliza soberania; Significado - Mãe Natureza, união com a terra, soberania terrena.
Simbolo - Cinto decorado com os signos do zodíaco; Significado - Senhora das estações do ano.
Símbolo - Coluna de tronos em forma de chamas azuis; Significado - A água original da qual surgiu a vida.
Símbolo - Posição do tronco e dos braços; Significado - Símbolo alquímico do sal.
Símbolo - Abelhas no traje cor-de-rosa; Significado - dedicação, fertilidade, pureza.
Símbolo - Meias-luas crescentes e decrescentes; Significado - Ciclo da vida de renascimento e morte.
Símbolo - Cetro em forma de um lótus na mão direita; Significado - Criatividade feminina, vitalidade e beleza que desabrocham no colo feminino.
Símbolo - Mãe esquerda aberta; Significado - Receptividade, entrega.
Símbolo - Pardal nas costas da Imperatriz; Significado - Sensualidade latente.
Símbolo - Posicionamento do olhar para a pomba; Significado - Caráter pacífico.
Símbolo - Escudo com água dupla branca; Significado - Consciência feminina lunar.
Cabala: Daleth (Portal)
Astrologia: Vênus - Sensualidade, abundância e deleite.

Imperador

Símbolo - Figura majestosa de um homem em trajes vermelhos bordados de dourado; Significado - Força, atividade, autoridade, magnificência, poder.
Símbolo - Pernas cruzadas e, acima destas, braços e tronco formando um triângulo; Significado - Símbolo alquímico do enxofre, energia masculina.
Símbolo - Abelhas douradas no traje; Significado - Dedicação, senso de disciplina, realeza (atributos do Faraó).
Símbolo - Cetro com cabeça de carneiro; Significado - Legitimação de autoridade, poder e desejo de imposição, coragem.
Símbolo - Globo imperial com Cruz de Malta; Significado - Poder consolidado, direito e disciplina como condições para a paz e segurança.
Símbolo - Coroa com diamantes; Significado - Cristalização da vontade e poder.
Símbolo - Cabeças de carneiro; Significado - Alusão à associação dessa carta com Áries.
Símbolo - Escudo com águia dupla; Significado - Consciência solar masculina.
Símbolo - Dois discos solares com estrelas; Significado - Retidão, continuidade.
Símbolo - Cordeiro com bandeira da vitória; Significado - Vitória da humildade.
Símbolo - lírios dourados; Significado - Atributos do poder.
Cabala: Tzaddi (Anzol)
Astrologia: Áries - Capacidade de imposição, vontade.

Também junto com o deck deste tarô em especial vem (ou vinha) um livretinho explicando alguma coisa da simbologia da carta.

Tá, eu sei que não foi isso que você perguntou, sua questão é bastante mais subjetiva, diz respeito ao porquê dessa escolha de combinação de cores ao invés de outra qualquer. Quanto a isso apenas me ocorre dizer que na primeira carta, a da Imperatriz, predominam os tons em verde e azul, as tonalidades que remetam à Natureza e àquilo que é lunar e feminino, já que ela é a própria expressão desse princípio. Quanto ao Imperador, suas cores remetem ao ígneo, ao solar e masculino, sendo ambas cartas tanto opostas quanto complementares uma da outra.

Lealis aproximadamente 1 mês

Interessante este livro, Aluvaia. Baixei para lê-lo com calma.
Na verdade esta é uma duvida antiga, que me veio ao ler pela primeira vez A Cabala Mistica. Lá, a Dion cita uma cor especifica para cada sephirah em cada um dos 4 mundos da criação. No 777 crowley também citou estas informações e também tabulou as cores referentes aos caminhos.
Do dia em que postei esta duvida aqui, até o presente momento, este questionamento só aumentou dentro de mim. Em algumas noites passo horas meditando sobre o assunto. Numa dessas noites me surgiu a seguinte ideia, (Veja se consegue acompanhar a maluquice):
Escolhi para o experimento o caminho 23 / Men / Inteligencia Estável.

Cores
- Em Yod / Atziluth = Azul Escuro
- Em He / Briah = Verde Mar
- Em Vav / Yetzirah = Oliva Verde Escuro
- Em He / Assiah = Branco manchado com Púrpura

  • Criar 4 círculos com tamanhos levemente menores um dos outros, ( em um editor de imagem mesmo)
  • Colorir cada circulo com a respectiva cor de cada mundo, Sendo He / Assiah o maior circulo e Yod / Atziluth o menor
  • Sobrepor os círculos, do maior ou menor
  • Temos então uma imagem com 4 circunferências, onde o circulo de Yod está em primeiro plano. ( Não sei se estou sendo sendo claro)

O experimento seria utilizar esta imagem no "método da viagem pela visão do espirito" e ver que bicho que dá. O que me impossibilita de fazer o experimento de imediato é que ao fixar meu olhar para a imagem e depois fechar os olhos para "ver" a imagem na tela mental, as cores não vão corresponder ás originais. (Ex: Se observo a cor a amarela e tento vê-la mentalmente, ela aparecerá verde)
Estou procurando algum site que me informe como ver uma determinada cor na tela mental, mas ainda não encontrei. Caso não encontre, terei que pegar cor por cor e ir tabulando na unha.
Caso surja alguma impressão positiva neste primeiro experimento, terei ainda mais 21 caminhos e mais 10 sefirot para analisar rs.

Aluvaia aproximadamente 1 mês

Ideia bacana! Talvez eu até copie hora dessas... : )

(Ex: Se observo a cor a amarela e tento vê-la mentalmente, ela aparecerá verde)

Na verdade, me parece que a cor complementar do amarelo é o roxo, ou violeta, depende. O verde complementa o vermelho. Tem um negócio chamado "Círculo Cromático" que acho que pode lhe ajudar. A cor complementar é aquela que se encontra no extremo oposto do espectro. Ai é só construir seus esquemas baseados nas cores complementares e você terá na tela mental uma imagem colorida aproximada da que deseja.

https://www.publicitarioscriativos.com/descubra-de-uma-vez-por-todas-como-utilizar-o-circulo-cromatico/
https://www.todamateria.com.br/cores-complementares/

Acho que com esse material em mãos você não vai precisar "tabular na unha". Assim você otimiza seu tempo já que 21 caminhos e 10 sefirot é coisa pra caramba.

Satturnus 18 dias

93.

Tudo bem Lealis? Ajudaria a nossa conversa você mencionar mais especificamente quais suas dúvidas a respeito da Escala de Cores.
Vou tentar elucidar um pouco o assunto da maneira como eu entendo. Vamos começar pelo seu experimento:

Você decidiu tentar acessar o caminho 23 da Árvore, Mem. Usando a sua criatividade você decidiu criar uma ferramenta simbólica para complementar uma prática divinatória ou psíquica. Mas você imediatamente percebeu que, ao fechar os olhos, as cores originais se transformavam em outras; ora, temos um problema portanto.

Esse estilo de prática tua é mais indicada com os símbolos e cores dos Tattwas. Por quê? Porque quando nós fechamos os olhos as cores do objeto ao qual focamos nossa visão anteriormente são o que chamamos de cores complementares, ou seja são as cores opostas àquelas que visualizamos. Nas práticas esse efeito é denominado de "cor astral". Eu considero mais apropriado começar com os Tattwas porque as cores deles são simples. Ou então você pode usar nos caminhos mas é mais adequado que você use uma cor só ao invés das quatro, e se quiser aproveitar a dica do colega Aluvaia, trabalhe com as cores do Círculo Cromático [ o círculo cromático é basicamente uma relação entre as cores do arco-íris] e estude as relações que você encontra entre elas e os caminhos da Árvore. Você leu Dion Fortune então deve se lembrar que ela diz que toda Sephirah só pode ser compreendida pela sua Sephirah oposta, correto? Não lhe parece interessante que, usando o teu exercício, para você acessar Geburah [ ou Marte ] , cuja cor é o Laranja na Escala do Rei, necessita ser visualizada no Azul da Escala da Rainha de Chesed? Não é curioso que o Laranja e o Azul sejam cores complementares, ou seja opostas, no Círculo Cromático?

Há muitas maneiras de se estudar e praticar com as cores, na minha opinião é um estudo que pode levar toda uma vida e que pode te levar às práticas da Arte, do desenho, da pintura quem sabe? Afinal, Magick é Arte.

Acredito também que as cores das Sephiroth podem lhe ser mais proveitosas, num primeiro momento, para tuas práticas experimentais que as cores dos caminhos; digo isso porque as Sephiroth possuem uma ampla gama de ideias à elas associadas. É mais intuitivo entender o Vermelho Escarlate da Escala da Rainha com Geburah, associando essa cor às virtudes e vícios de Marte e à Deusa Sanguinária que se origina de Binah do que entender a relação entre o verde mar de Mem e suas relações com os atributos do Arcano do Tarô, do elemento Água, da conexão entre Geburah e Hod etc;

93.93/93