Banner

O Universo de Kelly

I

O Vidente obteve de certos Anjos uma série de sete talismãs. Estes, agrupados ao redor da Santa Tabela Duodécupla, obtida de maneira similar, eram parte do mobiliário da Mesa Santa, conforme mostrada na Figura I, da página 5.

Outros aparelhos desta mesa serão descritos a seguir.

A Mesa Santa

Figura I
A Mesa Santa

II

Outros Pantáculos foram obtidos de maneira similar. Aqui (Figura II, página 9) está o principal, que, esculpido em cera, era colocado sobre o topo da mesa. Os pés da mesa paravam em outros quatro.

Observe primeiramente a Santa Tabela Sétupla, que contém sete Nomes de Deus que nem mesmo os Anjos são capazes de pronunciar:

Nomes de sete letras

Estes nomes são vistos escritos fora do heptagrama, dentro do heptágono.

Lendo-os de maneira oblíqua, obtém-se os nomes dos Anjos chamados —

(1) Filiæ Bonitatis ou Filiolæ Lucis.

E
Me
Esse
Iana
Akele
Azdobn
Stimcul

(2) Filii Lucis.

I
Ih
Ilr
Dmal
Heeoa
Beigia
Stimcul

[A estes são atribuídos os Metais dos Planetas nesta ordem: Sol, Lua, Vênus, Júpiter, Marte, Mercúrio, Saturno.]

(3) Filiæ Filiarum Lucis.

S
Ab
Ath
Ized
Ekiei
Madimi
Esemeli

(4) Filii Filiorum Lucis.

L (El)
Aw
Ave
Liba
Iocle
Hagone(l)
Ilemese

Veja todos estes nomes no heptagrama do grande selo.

Assim também há Sete Grandes Anjos formados do seguinte modo: pegue a letra do canto S, então a diagonal próxima a ele AB, então a próxima diagonal ATH, então a quarta diagonal, onde há um I com   (que indica EL), e nós temos o nome —

SABATHIEL

Continuando o processo, obtemos:

ZEDEKIEL
MADIMIEL
SEMELIEL
NOGAHEL
CORABIEL
LEVANAEL

Estes nomes serão encontrados no Pentagrama e ao redor dele.

Estes anjos são anjos dos Sete Círculos do Céu.

Estes são apenas alguns dos mistérios deste grande selo, o

SIGILLVM DEI ÆMETH

Sigillum dei Æmeth

Figura II
Sigillum dei Æmeth

As Quatro Grande Torres-de-Vigia e a Cruz Negra em um Panorama Geral

Figura III
As Quatro Grande Torres-de-Vigia e a Cruz Negra em um Panorama Geral

A Grande Torre-de-Vigia do Leste, Atribuída ao Ar

Figura IV
A Grande Torre-de-Vigia do Leste, Atribuída ao Ar

A Grande Torre-de-Vigia do Oeste, Atribuída à Água

Figura V
A Grande Torre-de-Vigia do Oeste, Atribuída à Água

A Grande Torre-de-Vigia do Norte, Atribuída à Terra

Figura VI
A Grande Torre-de-Vigia do Norte, Atribuída à Terra

A Grande Torre-de-Vigia do Sul, Atribuída ao Fogo

Figura VII
A Grande Torre-de-Vigia do Sul, Atribuída ao Fogo

A Cruz Negra, ou Tabela de União, Atribuída ao Espírito

Figura VIII
A Cruz Negra, ou Tabela de União, Atribuída ao Espírito

III

A Pedra-de-visões, um cristal que Dee alegava ter sido trazido pelos anjos, era então colocada sobre esta mesa, e o principal resultado da vidência cerimonial de Sir Edward Kelly foi a obtenção dos diagramas anteriores, as Figuras de III a VIII.

Ele simbolizou o Universo Quadridimensional em duas dimensões como um quadrado cercado por 30 círculos concêntricos (os 30 Æthyrs ou Ares) cujos raios aumentam em proporção geométrica.

Os lados do quadrado são as quatro grandes torres-de-vigia (Figuras IV a VII) que são atribuídas aos elementos. Há também uma “Cruz Negra” (ou “tabela central” de acordo com o arranjo mostrado – compare a Cruz Negra formando a borda entre as tabelas na Figura III com a Figura VIII).

A Figura III dá a visão geral.

[As letras invertidas que formam a palavra PARAOAN são escritas em Enoquiano por conveniência, já que nosso A e nosso O não são distinguíveis no formato inverso do normal.]

A Figura IV dá as atribuições completas da tabela do Ar.

A 6ª coluna é chamada de Linea Patris.

A 7ª coluna é chamada de Linea Filii.

A 7ª linha é chamada de Linea Spiritus Sancti.

Esta grande cruz divide a Tabela em quatro  Tabelas menores (sub-elementais), o canto superior esquerdo sendo Ar de Ar, o superior direito Água de Ar, o inferior esquerdo Terra de Ar, e o último Fogo de Ar.

Cada uma dessas Tabelas menores contém uma Cruz do Calvário de dez quadrados, que a governa.

As Figuras V, VI e VII são similares, mas para os outros elementos.

Este é modo pelo qual os nomes são obtidos das Grandes Tabelas. [Exemplos tirados da Tabela da Água.]

1. A Linea Spiritus Sancti dá os Três Nomes Santos de Deus de 3, 4 e 5 letras respectivamente.

MPH. ARSL. GAIOL.

2. Fazer uma espiral ao redor do centro da Tabela dá o nome do Grande Rei Elemental, RAAGIOSL [similarmente, para Ar BATAIVAH, para Terra ICZHHCAL, para Fogo EDLPRNAA].

3. As 3 linhas da cruz central do Pai, Filho e Espírito Santo dão os nomes de 6 sêniores. [Assim as 4 tabelas possuem 24 “anciões”, conforme afirmado no Apocalipse.] Eles são obtidos a partir de sete letras, cada um a partir do centro para os lados da tabela.

SAIINOV
SOAIZNT
Linea Patris
LAOAZRP
LIGDISA
Linea Filii
SLGAIOL
LSRAHPM
Linea S.S.

Estes três conjuntos de nomes governam a tabela inteira, e devem ser invocados antes de se especializar nos ângulos menores dos sub-elementos.

4. As Cruzes do Calvário.

O nome sobre a cruz, lido verticalmente, é o nome que chama os poderes do ângulo menor.

NELAPR (água de água)
OLGOTA (ar de água)
MALADI (terra de água)
IAAASD (fogo de água)

O nome lido horizontalmente na cruz é aquele que compele a força evocada a obedecer.

OMEBB (água de água)
AALCO (ar de água)
OCAAD (terra de água)
ATAPA (fogo de água)

5. Acima da barra da Cruz do Calvário restam em cada caso quatro células. Estas são alocadas aos Kerubim, que devem ser invocados em seguida.

Eles são TDIM, DIMT, IMTD, MTDI, sendo metáteses destas quatro letras. O inicial determina a coluna governada; por exemplo, TDIM governa a coluna onde se lê T(o)ILVR. Estes anjos são dos mais poderosos e benevolentes. Eles são governados por nomes de Deus formados prefixando a letra apropriada a partir da “cruz negra” a seus próprios nomes.

6. Abaixo da barra da Cruz do Calvário restam 16 células ainda não tratadas. Aqui, sob a presidência dos Kerubim, regem quatro poderosos e benevolentes anjos —

INGM
LAOC
VSSN
RVOI

7. Nomes trilíteros de demônios ou elementais devem ser formados a partir destas 16 células, unindo as duas letras em um dos lados da barra vertical da cruz com uma letra escolhida da Tabela Central ou cruz negra de acordo com regras que serão fornecidas em seu devido lugar. Assim GM, IN, OC, LA, etc. formam bases para estes nomes trilíteros.

As regras a seguir explicam como os lados das pirâmides das quais os quadrados são formados são atribuídas às Sephiroth, Planetas, Elementos e signos Zodiacais.

1. A Grande Cruz Central. Esta tem 36 células, para os decanatos do Zodíaco.

No lado esquerdo da Pirâmide, Linea Patris tem os signos Cardinais, o signo do Elemento em si no topo, na ordem do Tetragrammaton (Fogo, Água, Ar, Terra) indo para cima.

Linea Filii tem os signos Comuns na mesma ordem.

Linea S.S. tem os signos Cherúbicos, o do elemento à esquerda, na mesma ordem, da direita para a esquerda.

Mas a ordem dos decanatos em cada signo é reversa, e assim os planetas que preenchem o lado direito das Pirâmides vão nos dois primeiros casos para baixo, e no terceiro da esquerda para a direita.

Todos os lados superiores das Pirâmides são atribuídos ao Elemento do Espírito, os lados inferiores ao Elemento da Tabela.

Cada célula também se refere à carta menor do Tarô que corresponde ao Decanato (consulte o 777).

2. Cruzes do Calvário.

Cada uma tem 10 células.

Os lados superiores das Pirâmides são uniformemente dados ao Espírito, os lados inferiores às Sephiroth, na ordem mostrada. Os lados esquerdos são atribuídos ao elemento da Tabela, os lados direitos ao sub-elemento do ângulo menor.

3. Quadrados Kerúbicos.

Os lados superiores pertencem ao elemento da Tabela, os lados inferiores ao sub-elemento. Os lados direito e esquerdo neste caso correspondem de acordo com uma regra de algum modo complexa que é desnecessária fornecer aqui. As atribuições às Cartas da Corte do Tarô seguem naturalmente.

4. Quadrados Menores.

O lado superior de cada pirâmide é governado pelo Kerub que está na pilha acima dele. O lado inferior também é governado pelo Kerub, mas em ordem descendente, como estão da direita para a esquerda acima. [Veja o ângulo do Ar da Água; os Kerubs seguem Terra, Fogo, Água, Ar (da célula marcada D, a quinta da esquerda no topo da Tabela), e para baixo os lados inferiores das células marcadas O, D, E, Z seguem Terra, Fogo, Água, Ar.]

Os lados esquerdos se referem ao elemento da Tabela, os direitos ao sub-elemento do ângulo menor.

5. A Cruz Negra ou Tabela Central.

Os lados superiores e inferiores são igualmente atribuídos ao Espírito.

Os lados esquerdos ao elemento da coluna, nesta ordem da esquerda para a direita: Espírito, Ar, Água, Terra, Fogo.

Os lados direitos ao elemento da fileira nesta ordem: Ar, Água, Terra, Fogo.

IV.

 Segue a Figura IX, o Alfabeto no qual tudo isso está escrito. É o Alfabeto da Língua Angélica. As invocações que nós possuímos nessa língua seguirão em seu devido lugar.

[Também é chamada de Enoquiana, porque estes anjos alegaram ser aqueles que conversaram com o “patriarca Enoque” da fábula judaica.]

O Alfabeto Enoquiano

Figura IX
O Alfabeto Enoquiano

V.

Os Trinta Æthyrs ou Ares e suas divisões e anjos são como segue [Para a presente consideração, omitimos as partes da Terra às quais se afirma que eles correspondem, e a questão das atribuições aos pontos cardeais e às Tribos de Israel. Estes são devidamente tabulados no Liber Scientiæ, Auxilii, et Victoriæ Terrestris de Dee.]: —

Nome do Ar Nomes dos Governadores Números de Servidores Total
1. LIL OCCODON
PASCOMB
VALGARS
7209
2360
5362
14.931
2. ARN DOAGNIS
PACASNA
DIALIVA
3636
2362
8962
15.960
3. ZOM SAMAPHA
VIROOLI
ANDISPI
4400
3660
9236
17.296
4. PAZ THOTANF
AXZIARG
POTHNIR
2360
3000
6300
11.660
5. LIT LAZDIXI
NOCAMAL
TIARPAX
8630
2306
5802
16.736
6. MAZ SAXTOMP
VAVAAMP
ΖΙRZIRD
3620
9200
7220
20.040
7. DEO OBMACAS
GENADOL
ASPIAON
6363
7706
6320
20.389
8. ZID ZAMFRES
TODNAON
PRISTAC
4362
7236
2302
13.900
9. ZIP ODDIORG
CRALPIR
DOANZIN
9996
3620
4230
17.846
10. ZAX LEXARPH
COMANAN
TABITOM
8880
1230
1617
11.727

[Perceba que estes 3 nomes vêm da Cruz Negra, com a adição de um L. Este L é uma das 8 letras reversas nas quatro torres-de-vigia, as outras sete formando a palavra PARAOAN, q.v. infra.]

Nome do Ar Nomes dos Governadores Números de Servidores Total
11. ICH MOLPAND
VANARDA
PONODOL
3472
7236
5234
15.942
12. LOE TAPAMAL
GEDOONS
AMBRIAL
2658
7772
3391
13.821
13. ZIM GECAOND
LAPARIN
DOCEPAX
8111
3360
4213
15.684
14. VTA TEDOOND
VIVIPOS
OOANAMB
2673
9236
8230
20.139
15. OXO TAHANDO
NOCIABI
TASTOXO
1367
1367
1886
4.620
16. LEA COCARPT
LANACON
SOCHIAL
9920
9230
9240
28.390
17. TAN SIGMORF
AYDROPT
TOCARZI
7623
7132
2634
17.389
18. ZEN NABAOMI
ZAFASAI
YALPAMB
2346
7689
9276
19.311
19. POP TORZOXI
ABAIOND
OMAGRAP
6236
6732
2388
15.356
20. KHR ZILDRON
PARZIBA
TOTOCAN
3626
7629
3634
14.889
21. ASP CHIRSPA
TOANTOM
VIXPALG
5536
5635
5658
16.929
22. LIN OZIDAIA
PARAOAN
CALZIRG
2232
2326
2367
6.925
23. TOR RONOAMB
ONIZIMP
ZAXANIN
7320
7262
7333
21.915
24. NIA ORCAMIR
CHIALPS
SOAGEEL
8200
8360
8236
24.796
25. VTI MIRZIND
OBUAORS
RANGLAM
5632
6333
6236
18.201
26. DES POPHAND
NIGRANA
BAZCHIM
9232
3620
5637
18.489
27. ZAA SAZIAMI
MATHVLA
ORPAMB
7220
7560
7263
22.043
28. BAG LABNIXP
FOCISNI
OXLOPAR
2360
7236
8200
18.066
29. RII VASTRIM
ODRAXTI
GOMZIAM
9632
4236
7635
21.503
30. TEX TAONGLA
GEMNIMB
ADVORPT
DOZINAL
4632
9636
7632
5632
27.532

A Figura X nos mostra os nomes destes governadores nas quatro Torres-de-Vigia. Compare com a Figura III.

Perceba que o sigilo de cada Governador é único; os quatro sigilos nos cantos da Figura X fora do grande quadrado são os dos quatro grandes Reis Elementais :—

Ar Tahaoeloj.
Água Thahebyobeeatan.
Terra Thahaaotahe.
Fogo Ohooohaatan.

Os sigilos dos Governadores


Traduzido por Alan M. W. Q. em janeiro de 2019