Ordo XI logo

Alion Practicum

Introdução

Prezado Irmão,

Como Você deve saber, estabelecemos uma Ordem prática incorporada em nossa “Ordem dos Thelemitas” (Ordo Thelema – O∴T∴) que chamamos de “Ordo XI”. Esta é um “motor” prático que utiliza 11 técnicas mágicas e meditativas para trabalhar a Corrente 93. As práticas são derivadas e elaboradas em um “Alion Practicum”, que é um manuscrito de instruções dentro desta Ordem.

O “Alion Practicum” é composto por:

  • A – 1. Liber NUT. (Meditação sobre Nuit.)
  • B – 2. Liber HUT. (Meditação sobre Hadit).
  • R – 3. Liber KHUT. (Meditação sobre Ra-Hoor-Khuit.)
  • A – 4. Liber Linea Imagum Dei. (Exercício do Pilar do Meio Thelêmico.)
  • H – 5. Liber Pentagramaton vel Hoori. (O Ritual do Pentagrama – “Astrum Aurum”).
  • A – 6. Liber VI vel Misteria Macrocosmica (O trabalho do Safira Estrela.)
  • D – 7. Liber Heptagrammatonorum (Dois rituais do Heptagrama.)
  • A – 8. Liber Invocatorum (Invocações de PAN &   Hoor-Paar-Kraat).
  • B – 9. Liber Misteriorum Rosae Crucis (Breve elaboração sobre Magia Sexual).
  • R – 10. Liber KHABS (Meditações sobre o Khabs.)
  • A – 11. Missa de Nuit (A Missa Ritual de Nuit.)

Esta “Ordo XI” tem um objetivo principal de trabalhar com as deidades do “Panteão” Thelêmico de Liber AL, e serve como um canal para criar um elo mágico com as forças da Corrente 93. Os membros desta Ordem não são obrigados a nada – e dependem unicamente da sua Própria Vontade de explorar as práticas e adquirir certas experiências. As práticas são adequadas para a maioria dos praticantes, a partir de Neófitos e além, elas são simples e diretas.

A recomendação geral é que todo praticante deve trabalhar com uma prática por um período de pelo menos 11 dias, e depois passar para a próxima.

Através destas práticas qualquer praticante passa por energias específicas e experimenta a formação do fluxo da luz e consciência de ABRAHADABRA.

Além disso, como você pode perceber todo o conceito de fluxo e definição de práticas se adere à fórmula do Êon, ABRAHADABRA. E estamos infundindo o seu significado e suas energias em nossas vidas e Seres, obtendo sua Sabedoria e manifestando as energias do Êon Presente – dando de nossa Luz Thelêmica para o Mundo.

A Ordem dos Thelemitas reconhece, neste practicum, o seguinte: B.I.Th .

B – AMANTE (“MAGUS”);
I – EREMITA;
Th – HOMEM DA TERRA (“UNIVERSO”).

Isso pode significar que, através destas práticas, recriamos a nossa “Casa” Divina, habitamos dentro dela em estágios individuais e universais e expressamos seus efeitos externamente.

Este é um verdadeiro sistema ABRAHADABRA d’A Ordem dos Thelemitas:

B.

A – 1º – Ar / Espírito – NUIT que-tudo-cerca.
B – 2º – A Morada do Núcleo / Elo com o infinito.
R – 3º – O Sol – Ra-Hoor-Khuit.
A – 4º – Fluxo das energias do Espírito da Coroa para o Reino

I.

H – 5º – A Estrela / Pentagrama.
A – 6º – O Centro do Sistema – Sol – Hexagrama.
D – 7º – Porta da Compreensão / Daleth-Vênus-7-Heptagrama.

Th.

A – 8º – Ar / Invocação.
B – 9º – Casa do Amor com as fundações do sexo.
R – 10º – Sol / Estrela – Khabs.
A – 11º – Consagração Espiritual à NUIT.

A 1ª, 2ª e 3ª almejam o “universal”, a 4ª, 5ª e 6ª almejam o “local”, pessoal, microcósmico, e então a 7ª, 8ª e 9ª trazem o magista de volta para o superior, mas de forma vívida – já que ele é elevado primeiro, então aterrado, e então elevado em sua consciência até seus elementos e partes universais – despertado.

Os rituais de Babalon e Therion (7ª) buscam um elo da consciência solar com o Entendimento divino. A 8ª invoca duas “entidades” divinas específicas – Pan & Hoor-Paar-Kraat (o primeiro é enérgico, ativo, o outro é calmo e tranquilo). A 9ª direciona tudo para a nova forma, potencializando as práticas com o sexo e amor – para chegar à 10ª que é um Resumo e um Novo Ponto de Vista a partir da esfera de Luz do Khabs. A 11ª é o retorno ao refúgio em NUIT.

Três Tríades:

1ª, 2ª e 3ª – introdução e aspiração em direção às energias do Êon, essenciais e divinas.

4ª, 5ª e 6ª – segue o trabalho sobre sua própria autoanálise

7ª, 8ª e 9ª – o processo de ascensão (1-2-3 está em um nível mais elevado, 7-8-9 atingindo mais acima)

Resumo:

10ª – A transcendência do sistema de Trabalho, inserindo um fluído de Luz.

11ª – NUIT.

Espero que Você encontre algum uso para tudo isso.

A única sugestão importante é que o aspirante deveria TRABALHAR e, assim, obter EXPERIÊNCIA, uma certa “sintonia” com as forças e a consciência “invocados” por tais “meditações”.

Você pode encaminhar essa informação para qualquer um que estiver interessado em trabalhar com a Corrente Thelêmica.

93!

Fr. Libero


Traduzido por Frater S.R.


Capítulo AnteriorInícioPróximo Capítulo