Ordo XI

VI° / A
Liber Misteria Macrocosmica

Uma serpente comendo a própria cauda, formando um 8, com um Shin no círculo superior e um Teth no inferior.

Eis aqui uma breve instrução sobre o Trabalho com o Safira Estrela.

Durante suas pesquisas, Fr. A. foi de encontro a várias opiniões e noções diferentes de outros magistas sobre o ritual do Safira Estrela, então ele decidiu apresentar estas simples soluções. Até mesmo To Mega Therion afirmou que neste ritual é divulgado um Grande Mistério e o expôs em alguns de seus escritos, em alguns lugares claramente, noutros de maneira mais oculta. Podem ser encontradas explicações satisfatórias nas instruções secretas para os graus VII, VIII e IX da O.T.O., mas também nos escritos de outros autores.

Estamos apresentando duas “versões” básicas de como realizar este rito. A primeira questão é como Você pode envolver-Se neste Mistério? Obviamente Você deve ler o ritual, em seguida, analisar todos os seus elementos, assim, entender o sobre o que tudo isso é. Você reconhecerá ideias sobre o Tetragrammaton, hexagramas, e até mesmo ideias sobre a Equação Universal “2 = 0”, e talvez alguma outra coisa. Você se envolverá em uma linha de pensamento específica que reside nas linhas do “texto” do ritual. Alguns acreditam que somente a Verdade filosófica encontra-se dentro deste pequeno ritual, e que apenas pensar, analisar e (talvez) meditar (se Você souber como?) .sobre as partes ou o todo do Safira Estrela é possível. Através deste método Você pode obter as percepções sobre este Mistério!

Também há uma opinião de que o Mestre Therion em seu Livro das Mentiras implementou isto em seu capítulo 36 como um ritual “ordinário”, e que ele deveria ser executado como o Ritual Menor de Banimento do Pentagrama ou o Ritual Menor de Banimento do Hexagrama ou outra técnica similar ou operação mágica. Por este método Você pode obter percepções sobre este Mistério!

Desta forma, estamos apresentando uma esboço da realização deste ritual:

Faça os sinais de LVX.

Em direção ao Leste trace a Estrela Safira Unicursal – de acordo com a correspondência planetária dos dias, deste modo no sábado desenhe o Hexagrama de invocação de Saturno, na segunda-feira o Hexagrama da Lua, e assim por diante. Então aponte para o centro da Estrela vibrando: “PATER ET MATER UNUS DEUS!”; Faça o sinal do Entrante, vibrando: “ARARITA!” após o qual segue o Sinal do Silêncio. Execute os gestos adequados às outras partes de Seu Círculo Mágico, enquanto se move no sentido horário.

Finalmente, vire-se para o leste e visualize a Rosa Cruz, enquanto as mãos estão sobre o Seu peito, vibrando três vezes: “ARARITA!”

(A forma Sexo-Mágica de desempenhá-los é mais bem descrita em “Liber Misteriorum Rosae Crucis”, que é o capítulo 9 deste Practicum; um livro escrito por um magista anônimo descreve corretamente e em detalhes todo o ritual; “Liber A. A.” da O∴T∴ também trata deste assunto em detalhes). Ao sentir as vibrações, imagine que as energias dos Hexagramas são traçadas dentro de Si, fortalecendo o brilho da Rosa Cruz, transformando-se no misterioso Shin-Teth.

Agora vibrando solenemente, declare as palavras finais da fórmula do ritual e termine-o pelos sinais de L.V.X..

Assim, pelos dois modos de conduta apresentados Você usará o “Solve” e o “Coagula” trabalhando com todos os Seus próprios Raios da Estrela Safira internos e externos.

Ilustração do Safira Estrela.

Nota: Existe um método pelo qual Você não será capaz de obter qualquer percepção sobre este Mistério – e tal é se Você não fizer nada. Talvez seja um dos métodos mais indolores.


Traduzido por Frater S.R.