Banner

Os Escritos de Chuang Tsu (ou Zhuangzi, ou Kwang Tze)

Desenho de Chuang Tsu e uma Borboleta

(na imagem, Chuang Tsu sonhando que é uma borboleta,
ou uma borboleta sonhando que é Chuang Tsu)

Chuang Tsu (século IV a.C.) foi um incrível contador de histórias, que tornou o Tao acessível aos leigos, deixou uma mensagem humanística profunda e surpreendeu a todos com sua sensibilidade, agudeza e humorismo. O texto de Chuang Tsu não era menos profundo de que o de Lao Tsé; mas sua maior virtude, talvez, tenha sido a de tornar a ideia do Tao menos hermética, mais legível e compreensível, ilustrando-a com parábolas instrutivas e, muitas vezes, divertidas. Em seu livro são tratados os mais diversos temas, tais como a natureza, a condição do ser humano, o conhecimento, etc.

Observação à Presente Edição

Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei.

Esta edição de Os Escritos de Chuang Tsu é uma compilação de diversas fontes. Acreditamos que a principal seja A Sabedoria da Índia e da China, de Lin Yutang.

Originalmente, a obra era composta de 33 livros, sendo que os 7 primeiros (capítulos “interiores”) são atribuídos ao próprio Chuang Tsu, enquanto os demais (“exteriores”) são adições modernas de seguidores dele. Nesta compilação dispomos de todos os livros originais, e apenas alguns capítulos adicionais, conforme pode ser verificado no Sumário.

Talvez uma das únicas obras pares em similaridade de estilo e profundeza de conteúdo seja o moderno Livro das Mentiras de Aleister Crowley. Os Escritos de Chuang Tsu, junto com o Tao Teh Ching, originalmente foram recomendados no Programa de Estudos do Estudante da A∴A∴, conforme pode ser verificado no The Equinox I (8).

Amor é a lei, amor sob vontade

– Frater S.R.


Fontes diversas


Capítulo AnteriorInícioPróximo Capítulo