Liber Arcanorum

Este é um relato do processo cósmico na medida em que é indicado pelos Trunfos do Tarô.

LIBER
ARCANORVM τῶν
ATV τοῦ TAHVTI
QUAS VIDIT
ASAR IN
AMENNTI
SVB FIGVRÂ
CCXXXI

LIBER
CARCERORVM τῶν
QLIPHOTH
CVM SVIS
GENIIS

ADDVNTVR SIGILLA ET
NOMINA EORVM

Publicação da A∴A∴ em Classe A.

Imprimatur:
N. Fra A∴A∴

LIBER XXII DOMARUM MERCURII CUM SUIS GENIIS   LIBER XXII CARCERORUM QLIPHOTH CUM SUIS GENIIS

Compare

א com צ
ב " ג
ג " ב
ד " ע
ה " ח
ו " כ
ז " ד
ח " ה
ט " ש
י " מ
כ " ו
ל " ס
מ " ס
נ " ש
ס " ז
ע " פ
פ " ק
צ " א
ק " פ
ר " ז
ש " ט
ת " ב

Liber CCXXXI

(Este livro é verdadeiro até o grau de Adeptus Exemptus. V.V.V.V.V. 8, 3.)

0. A, o coração de IAO, habita em êxtase no local secreto dos trovões. Entre Asar e Asi ele habita em alegria.

1. Os relâmpagos aumentaram e o Senhor Tahuti ficou de pé. A Voz veio do Silêncio. Então o Um correu e retornou.

2. Agora Nuit velou a si mesma, para que ela possa abrir o portão de sua irmã.

3. A Virgem de Deus está entronada sobre uma concha-de-ostra; ela é como uma pérola, e busca Setenta para o Quatro dela. No coração dela está Hadit a glória invisível.

4. Agora ascende Ra-Hoor-Khuit, e domínio é estabelecido na Estrela da Chama.

5. Também é a Estrela da Chama exaltada, trazendo bênção ao universo.

6. Aqui então abaixo do Eros alado está a juventude, deleitando-se no um e o outro.

Ele é Asar entre Asi e Nepthi; ele surge do véu.

7. Ele cavalga a carruagem da eternidade; o branco e o preto são arreados ao carro dele. Portanto ele reflete o Tolo, e o véu sétuplo é revelado.

8. Também surgiu a mãe Terra com seu leão, até mesmo Sekhet, a senhora de Asi.

9. Também o Sacerdote velou a si mesmo, para que sua glória não seja profanada, para que sua palavra não se perca na multitude.

10. Agora então o Pai de tudo emitiu como uma roda poderosa; a Esfinge, o deus com cabeça de cachorro, e Typhon, estavam atrelados à sua circunferência.

11. Também a dama Maat com sua pena e sua espada permaneceu para julgar os justos.

Pois o Destino já estava estabelecido.

12. Então o santo apareceu na grande água do Norte; como um amanhecer dourado ele apareceu, trazendo benção ao universo caído.

13. Também Asar estava escondido em Amennti; e os Senhores do Tempo varreram sobre ele com a foice da morte.

14. E um poderoso anjo apareceu como uma mulher, vertendo frascos de infortúnio nas chamas, iluminando o fluxo puro com a marca dela de maldição. E a iniquidade foi muito grande.

15. Então o Senhor Khem ascendeu, Ele que é santo entre os mais altos, e colocou seu cajado coroado para redimir o universo.

16. Ele feriu as torres do lamento; ele as despedaça no fogo de sua ira, de modo que só ele escapou da ruína dela.

17. Transformada, a santa virgem apareceu como um fogo fluídico, transformando sua beleza em um raio.

18. Por seus feitiços ela invocou o Escaravelho, o Senhor Kheph-Ra, de modo que as águas foram fendidas e a ilusão das torres foi destruída.

19. Então o sol apareceu sem nuvens, e a boca de Asi estava sobre a boca de Asar.

20. Então também a Pirâmide foi construída para que a Iniciação pudesse ser completa.

21. E no coração da Esfinge dançou o Senhor Adonai, em Suas guirlandas de rosas e pérolas tornando alegre o concurso das coisas; sim, tornando alegre o concurso das coisas.

Os Genii das 22 Escalas da Serpente e das Qliphoth

א Aعu-iao-uعa[ع = ע] Amprodias
ב Beعθaoooabitom Baratchial
ג Gitωnosapϕωllois Gargophias
ד Dηnaⲝartarωθ [ⲝ = st] Dagdagiel
ה Hoo-oorω-iⲝ Hemethterith
ו Vuaretza – [um nome secreto segue] Uriens
ז Zooωasar Zamradiel
ח Chiva-abrahadabra-cadaxviii Characith
ט θalعⲝer-ā-dekerval Temphioth
י Iehuvahaⲝanعθatan Yamatu
כ Kerugunaviel Kurgasiax
ל Lusanaherandraton Lafcursiax
מ Malai Malkunofat
נ Nadimraphoroiozعθalai Niantiel
ס Salaθlala-amrodnaθعiⲝ Saksaksalim
ע Oaoaaaoooع-iⲝ A’ano’nin
פ Puraθmetai-apηmetai Parfaxitas
צ XanθaⲝeranⲈϙ-iⲝ [Ⲉϙ = sh, q] Tzuflifu
ק QaniΔnayx-ipamai Qulielfi
ר Ra-a-gioselahladnaimawa-iⲝ Raflifu
ש Shabnax-odobor Shalicu
ת Thath’th’thithعthuth-thiⲝ Thantifaxath

Nota do H. Fra. P. 4=7 (1899) sobre a R.O.T.A. pela Cabala de Nove Câmaras

Unidades são divinas – O Triângulo reto.

Dezenas refletidas – O Triângulo avesso.

Centenas equilibradas – O Hexagrama sua combinação.

1. Luz. –
[Aqui não pode haver mal.]
א A luz oculta – a “sabedoria de Deus loucura com os homens”.

י O Adepto que carrega a Luz.

ק A Luz na escuridão e ilusão.

[Khephra prestes a ascender.]
2. Ação. – ב Ativo e Passivo – corrente dupla, etc. – as Forças Alternadoras em Harmonia.

כ As Forças Rivalizadoras – flutuação da vida da terra.

ר Os Gêmeos abraçando – glória eventual da vida harmonizada sob o ☉.
3. O Caminho. –
[Aqui também nenhum mal.]
ג O Self Superior.

ל A severa disciplina do Caminho.

ש O julgamento e ressurreição

[Rituais de 0=0 e 5=6.]
4. Vida. – ד A Mãe de deus. Aima.

מ O Filho Assassinado.

ת A Noiva.
5. Força (Purificação). – ה O Enxofre Supernal purificando pelo fogo.

נ A Água Infernal ♏ purificando por putrefação.

Este trabalho não está completo; portanto, não há equilíbrio.
6. Harmonia. – ו O Reconciliador [ו de יהוה] acima.

ס O Reconciliador abaixo [leão e águia, etc.].

Este trabalho também inacabado.
7. Nascimento. – ז Os Poderes da Regeneração Espiritual.

[O Z.A.M. como Osíris ascendido entre Ísis e Nephthys. O caminho de ג, Diana, acima de sua cabeça.]

ע Os poderes grosseiros da geração.
8. Governo. – ח A Regência Ordenada de forças diversas.

פ A Ruína das Forças Desequilibradas.
9. Estabilidade. – ט A Força que reprime o mal.

צ A Força que restaura o mundo arruinado pelo mal.

Traduzido por Frater Set Rah (A.M.W.Q) em julho de 2018.

Gostou deste artigo?
Contribua com a nossa biblioteca
Doe via