Uma Nota

Sobre os trinta Æthyrs:

As Visões do 29º e do 30º Æthyrs me foram concedidas no México em agosto de 1900, e agora (23/11/1909) eu estou tentando obter as restantes. Deve ser observado que os últimos três æthyrs têm dez anjos atribuídos a eles e, portanto, eles representam as dez Sephiroth. Ainda assim, estas dez formam apenas uma, um Malkuth suspenso para as próximas três, e assim por diante, cada conjunto sendo como se fosse absorvido no superior. Portanto, o último conjunto consiste dos três primeiros æthyrs com os vinte e sete restantes como seu Malkuth. E as letras dos três primeiros æthyrs são sigilos-chave da mais exaltada interpretação das Sephiroth.

Portanto,
I é Kether;
L, Chokmah e Binah;
A, Chesed;
N, Geburah;
R, Tiphereth;
Z, Netzach;
N, Hod,
O, Yesod.

As correspondências geomânticas do alfabeto enoquiano formam um comentário sublime.

Perceba que o total de anjos dos æthyrs é de 91, a numeração de Amém1.


  1. «אמן» 


Traduzido por Alan M. W. Quinot em julho de 2021.

Gostou deste artigo?
Contribua com a nossa biblioteca
Doe via