Plano Astral; Ascensão nos Planos

Um capítulo de Lições Sobre o Ocultismo

Banner
Texto Copyright © 2013 by Haron Press. Foto de Konevi no Pexels.

Capítulo VIII

Plano Astral; Ascensão nos Planos

Uma coisa é realizar a projeção astral; a outra é quanto tempo você pode ficar lá. Mas eu tenho que admitir, é um doce problema uma vez que você se encontra lá. A analogia correta seria uma comparação entre a projeção astral e a Internet. No início você pesquisará termos como "como é minha casa vista de cima" ou "voando pelas nuvens", "experiência de flutuar no espaço profundo", "paisagens lunares e planetárias", etc. Porém, mais cedo ou mais tarde você ficará saturado com isso. À medida que ganha mais experiência, você se pega fazendo cada vez mais coisas sem sentido. E então você encontrará algo que é chamado de “efeito Alice”. Esse efeito é na verdade uma inserção de “programas virais” de sua própria consciência superior no sistema operacional, que foi construído sobre sua realidade, ou pelo menos o que você chama de realidade. Como dissemos, a esfera de Ruach abrange a maior parte das Sephiroth. Sua primeira projeção astral ocorre a partir de Malkuth e alcança não mais que um passo no Caminho do Universo, sem nem mesmo chegar a Yesod. Yesod certamente tem sua influência nesse processo, mas você ainda está longe dela. Mesmo que você tenha explorado todo o universo físico, isso ainda não significa que você esteja a mais que uma polegada de distância de Malkuth. E quanto às outras Sephiroth? O corpo astral pode viajar ao longo de toda a esfera de Ruach. Como é difícil passar de Malkuth para Yesod, sem o devido treinamento de projeção astral, será difícil passar de Yesod para outros planos. Como já lhe expliquei, para praticar a projeção astral você pode usar um truque simples, nada muito complexo, e da mesma forma seu corpo astral pode ser usado para viajar a esferas superiores. Requer o mesmo mecanismo. Depois de um certo tempo, certamente não menos do que as primeiras 50 projeções, você experimentará o que é chamado de efeito Alice. Algo que não é causado por você ou por sua vontade de forma alguma. Então, do que se trata?

Suponha que eu tenha sucesso na projeção astral e abrisse a porta do meu quarto. Quando consigo visão, após a escuridão que muitas vezes aparece no início, geralmente me pego examinando a qualidade da minha visão, se ela poderia ser melhorada. E naquele exato momento algo maravilhoso acontece. Percebo que há uma porta na parede que não existia antes. Ou vejo uma pintura pendurada na parede, que não existe na realidade. Isso é chamado de efeito Alice.

Em termos cabalísticos, o que aconteceu? Em um curto momento entrei na esfera de Yesod. Meu ser interior, ou a razão ou intenção externa, trouxe à minha realidade astral um pequeno detalhe, que eu sei que não fazia parte do meu mundo físico, como aquela porta. Neste ponto eu tenho uma escolha, ignorar essa porta ou abri-la para ver o que está além.

E isso é tudo o que você precisa. No momento em que você abrir essa porta, começará a entrar em outra realidade. Quando abro a porta, geralmente me encontro em um universo vazio. Cada um de vocês terá sua própria maneira específica de sair da esfera de Yesod, e somente através da prática você será capaz de localizar sua saída. Naquele momento, quando você cruza o limiar da porta, ou abre uma janela que não existia de outra forma, a Força manifestada na própria forma dessa janela ou porta usará sua consciência para puxá-lo mais profundamente em seu Ruach. O que acontece depois?

Em muitos casos, você se verá em uma espécie de limbo, algo como um mezanino [entre as esferas]. Esta é uma região astral típica, com uma vasta gama de edifícios e corredores intermináveis. O mezanino acabaria por tomar as formas de uma cidade real, ou mesmo uma realidade totalmente nova, que seria construída automaticamente por sua própria consciência. É porque neste lugar há infinitamente muito tempo e infinitamente muitas oportunidades para brincar e explorar. É exatamente nesta cidade ou limbo, fora da influência do destino, que esperareis que apareça uma certa Visão e a Voz, que trará uma mudança pura. Pode ser atribuído por um certo ser ou por uma força que seria dada a você naquele momento particular. Tente encontrar uma resposta de por quem este ser foi enviado. De qualquer forma, esse seria uma espécie de verdadeiro guia espiritual. É um tipo específico de espírito astral ou anjo que você nunca saberia, como eu não sei com certeza, mas o que é importante entender é que eles seriam enviados com o propósito de aprender o que está por vir.

Pergunta: O que pode ser encontrado lá, qual é a natureza desses seres?

Resposta: Bem, esse ser em particular lhe dirá isso. Ao ser invocado, ele seria apresentado. Você receberá apenas o que precisa naquele momento. Mesmo que você tenha experimentado isso como negativo, isso foi enviado pela Causa, e essa experiência negativa ou estranha seria apenas um Resultado de algo que era necessário para a Mudança.

Pergunta: Esta é a visão de um Anjo?

Resposta: Não. A visão não é determinada apenas por um Anjo, mas também por outros tipos de força. Falando sobre a natureza do que chamamos de Anjo, acho que ninguém é competente o suficiente para falar disso. Por duas razões. Em primeiro lugar, somos muito diferentes deles para fazer nossas observações enquadradas em um modelo particular. Em segundo lugar, cada um de nós é diferente, então, naturalmente, envolvemos modelos mais variados de qualidades angélicas. O que você precisa é do contato, a todo custo. Nenhum elemental que tivesse inclinação negativa em relação a você poderia ficar na frente do poder do desejo puro do homem, ou na frente de qualquer nome de Deus. Você precisa saber quais nomes divinos são atribuídos a elementos específicos. Portanto, não há propósito em condicionar a criatura da água pelo elemento fogo. Você precisa conhecer a hierarquia dos seres. Use os nomes que já estão lá no ritual do Pentagrama; você também pode encontrar em outro lugar os nomes dos elementais de Deus e os nomes dos arcanjos. Use-os corretamente.

Tenha cuidado, porque se você não me entende, nenhum elemental vai te entender. Jehovah e Eheieh soam semelhantes mas não são e não podem ser iguais. Que outros nomes você poderia usar? Você pode ter uma situação em que uma força ainda permaneceria lá, mesmo na presença clara desses nomes, e ainda assim pode duvidar da sua natureza. Os nomes dos arcanjos são muito fortes, mas não se esqueça de acertar nas hierarquias mais altas o tempo todo. Quando você se dispõe a realizar um trabalho, sempre se refira aos superiores como seus conhecidos. Lembre-se, além de usar esses nomes, é necessário se sentir seguro e confiar neles; um elemental não tem medo de nomes, ele teme sua conexão com esses nomes. Não tenho medo de caras grandes, só o suficiente para não levar uma surra.

Além disso, os nomes enoquianos também são muito aplicáveis, mas os veremos mais tarde na seção dedicada especialmente ao sistema enoquiano. Nomes menores são usados de forma eficiente para invocação, enquanto nomes superiores são úteis para banir, pense nisso. Para atrair é preciso confiança, para banir é necessário a autoridade e o medo. O melhor é, especialmente em Goetia e Enochiana, quando invocar certa inteligência, mencionar primeiro o nome que está logo acima dela, e então gradualmente aplicar as forças superiores e mais fortes. Eu peço a você que demonstre respeito pelas inteligências com as quais deseja aprender, pois as mesmas também demonstrarão quando alguém educadamente pedir sua ajuda e assistência.

Seria excelente se você pudesse ter um caderno no qual listasse todas as correspondências a um elemento, com os nomes, formas, cores, etc. Além disso, seria bom saber escrever os nomes em hebraico ou qualquer outra linguagem. Se você encontrar portões astrais em sua jornada, como aqueles que o levariam como Alice até a toca do coelho, tente desenhar um sinal para um elemento específico antes de entrar lá. Você também pode usar um símbolo Tattva. Em minha gaveta guardo meu baralho de tarô, por isso minha escrivaninha está sempre presente na cópia astral de meu quarto. A maneira mais rápida de pular para outro plano é simplesmente abrir a gaveta, tirar uma das cartas de tarô, jogá-la no chão e mergulhar nela. Todos esses exemplos são portais que podem te libertar do domínio da Lua. O método do Liber Samekh tem um efeito especial quando é feito no plano astral. Tente. Estou lhe dando várias dicas que tornariam sua jornada astral mais interessante e próspera.

A economia de tempo é crucial no Astral. Ao contrário disso, a economia de movimento pode quebrar e desmoronar toda a experiência. Você tem que se mover constantemente, tocando todas as coisas tanto quanto você pode, e acima de tudo, você deve entrar nos reinos mais elevados do plano astral assim que puder, onde você terá uma consciência mais clara e mais tempo para fazer certos trabalhos que são projetados para tal lugar. Não se incomode pensando em comunicação no plano astral. Quando você finalmente chega ao reino de Ruach, a comunicação não é um problema, mas a compreensão sim. Alguns seres falam por meio de cores. Alguns deles gravam impressões em sua mente. Alguns não falam nada, mas você tem que segui-los e eles o levarão a certos pontos vitais do plano astral. O que estou falando é que a projeção astral é uma aventura viva que precisa de sua criatividade. Sem a experiência da projeção astral, como eu disse, todos os sistemas mágicos e místicos parecem superficiais e vazios. Todas as técnicas mencionadas no restante do livro têm resultados mais profundos e mais concretos no plano astral. Porém, alguns problemas podem ocorrer. Da mesma forma que as pessoas usam a Internet para encontrar informações que são relevantes para elas, também a usam para obter informações de que não precisam. Você precisa saber onde está o limite. As operações astrais não devem tomar o lugar do trabalho com o corpo físico. Sim, elas são reservadas para categorias específicas, mas não têm monopólio em todo o Caminho da espiritualidade. A maneira mais eficaz de usar o astral é para trabalhos voltados para Tiphereth. Por quê? Simplesmente porque o Sol está mais próximo a partir da posição da esfera da Lua. Na verdade, de todo o Ruach, aonde quer que você vá em direção ao centro, você chegará a Tiphareth. Não importa o caminho que você vá, você chegará ao seu destino. O ponto principal é apenas encurtar o percurso, para dar mais tempo à experiência em si, não para estender a viagem. Quando você executa Liber Samekh, uma vez que você está naturalmente nesse caminho, coisas interessantes podem acontecer. O principal problema é que você não tem muito tempo ou energia para executá-lo em sua plenitude, do início ao fim. Podemos ver agora que todas as técnicas estão inter-relacionadas. Para fazer Samekh no plano astral, você descobrirá que precisa reforçar os corpos físico e astral. Você começará a fazer mais exercícios conscientemente, como o Pilar do Meio, o Ritual do Pentagrama, Liber Resh, etc., com mais entusiasmo do que antes.

Pergunta: Ouvi dizer que existem praticantes que fazem o ritual do pentagrama enquanto dormem.

Resposta: Uma coisa é você sonhar que faz o ritual do pentagrama. A outra é estar ciente de que você está sonhando e, em seguida, fazer um ritual completo.

Certifique-se, o mais rápido possível, se você estiver lúcido em seu sonho, de se isolar do lugar do sonho que seu inconsciente já preparou de antemão e construiu para você. Qualquer que seja o sonho, saia dele, não importa o quão amigável ou legal ele foi, você o criou e enquanto estiver nessa cena, você jogará de acordo com as regras, que foram pré-determinadas pelo sua própria natureza subconsciente, e por jogar por essas regras você já está predestinado. Porque, em vez de se aproximar do centro, de Tiphareth, neste caso a Lua brilhará tão intensamente que você pensaria que é o sol. Em outras palavras, você ficará hipnotizado. Qualquer que seja o sonho originalmente construído, ele seria apenas uma sombra de nada além da sua própria consciência, a qual seria interpretada como o inimigo dentro dessa realidade. Sua mente subconsciente não está acostumada à presença de sua consciência dentro de um sonho, e logo ela levantará sistemas de proteção contra você. Sua mente subconsciente não quer que você vá para o sol. Seu subconsciente não quer que você vá a lugar nenhum. Ele quer você apenas para si mesmo. Agora e sempre. Pense nisso.

Este é o ponto principal: saia do seu sonho estando acordado, em resumo.

Pergunta: Como tudo isso se encaixa na prática de Ascensão nos Planos?

Resposta: Lembre-se de que o corpo astral não tem limitações físicas e, portanto, possui a capacidade de teletransporte. Em Liber O, era exigido dos Aspirantes que se esforçassem pelas alturas. Na prática, o que isso quer dizer? No plano astral, apenas voe até romper as nuvens e deixe o chão para trás. Em seguida, tente pousar de volta e você se verá em ambientes completamente diferentes, muito mais perto do Sol. É porque quando você busca por alturas com tanta força, sua natureza superior cria o tempo todo um ambiente ideal bem atrás de suas costas. Considere este pensamento.

Pergunta: Muitas vezes, em meus sonhos, sinto que estou conectado a pessoas falecidas, meus sentimentos e sentidos estão completamente focados e, então, tenho um grande senso de conexão com eles. Quando me dirijo a eles e lhes pergunto como podem estar vivos quando sei que já faleceram, eles começam a desvanecer-se e a desaparecer. Quase sempre acontece.

Resposta: O descanso mais agradável é o da sombra. Pense nisso. Todos esses são apenas elementais. Existe um conceito budista chamado Chitakasha. É como um campo coletivo da humanidade onde todas as coisas e possibilidades são armazenadas. Algo como uma rede global. Mas as idéias que você mencionou são voláteis e perduram apenas porque são apenas cascas, outrora sustentadas como vida pura e agitada. Portanto, eles desbotam e desaparecem quando você os convida para uma discussão, porque eles não têm o poder de falar, porque são apenas conchas, conchas nas sombras. A discussão requer atenção e estar alerta, e as sombras desaparecem como o orvalho ao sol quando confrontadas com isso.

Geralmente, a percepção de fantasmas está associada apenas a sentimentos. Especialmente as crianças pequenas têm isso quando dizem que sentem que alguém está na sala. Uma simples conversa faz sua energia esmaecer. Cada um de vocês tem talentos diferentes com o corpo astral. Alguém pode facilmente fazer contato com pessoas falecidas, outros podem facilmente fazer contato com anjos, outros podem ter talento para se separar facilmente do corpo, ou podem voar ou se teletransportar facilmente. Como cada um de vocês têm seus talentos físicos, da mesma forma que possuem habilidades astrais específicas.


Traduzido por Phelipe B. F.