Banner

Pergaminho Voador Nº XXXIV
Um Exorcismo

por Frater Sub Spe

A minha esposa sofreu um grave ataque de gripe, a recuperação se seguiu por grande esgotamento, uma exaustão que finalmente vim a compartilhar. Eu considerei essa exaustão que parecia ser mais do que natural e me veio à mente que esta era a obsessão de algum elemental vampirizando. Eu ouvi uma voz dizer “expulse-o”. Eu pensei em consultar um Adepto da nossa Ordem, mas durante concentração intensa ouvi uma voz quase inaudível dizer “Você deve fazê-lo sozinho sob a minha instrução”. Então eu me tornei consciente da presença na sala de uma figura imponente com um robe negro, portando alguma insígnia brilhante – eu não a vi ou ouvi falar fisicamente, mas, no entanto, saudei-a com os sinais do Portal e do 5=6. A figura primeiramente respondeu saudando seriamente e depois pareceu se fundir a mim, assumir o controle de meu corpo. Ela me deu, em parte por sinais e por palavras, as seguintes instruções: –

  1. Diminua a luz do lampião[1]. (Eu diminuí).
  2. Queime incenso (eu usei Incenso em uma brasa acesa).
  3. Trace o Pentagrama de invocação do Fogo no Leste.
  4. Trace o sigilo de Leão no centro do pentagrama.
  5. Vibre o Nome de Poder ADNI ha ARETZ.
  6. Devolva a brasa ao fogo.
  7. Se vire para o Leste e faça a Cruz Cabalística.
  8. Trace o Pentagrama de invocação da Terra.

Eu cumpri essas instruções ao pé da letra, mas na falta de qualquer implemento mágico, eu tracei os Pentagramas com a minha mão. Conforme eu desenhava o Pentagrama da Terra, eu chamei a coisa suja que havia me perturbado a se manifestar visivelmente diante de mim. Quando fiz isso, uma mancha vaga, como um fragmento da neblina de Londres, materializou-se diante de mim. Ao mesmo tempo, eu sentia o meu guia de pé perto da minha mão direita, levantando a mão na posição do sinal do 1=10. Eu senti ele (meu guia) mentalmente me ordenar a exigir a aparição da entidade obsessora, usando os Nomes JHVH, ADNI, AGLA, AHIH. Eu fiz isso e a névoa ficou espessa e formou uma espécie de núcleo. Então meu guia me instruiu: “Use o Nome do Senhor Jesus”. Eu fiz isso, ordenando por esse nome uma manifestação mais completa. Eu vi, primeiro vagamente, “como se em um vidro escuro”, e depois com toda a clareza, uma forma das mais sujas, entre um sapo barrigudo inchado e um macaco malicioso. Meu guia falou comigo em uma voz audível, dizendo: “Agora esmague-o com toda a tua força, usando o Nome do Senhor Jesus”. Eu o fiz reunindo toda a força que eu possuía em, por assim dizer, uma bola incandescente de fogo elétrico e depois projetando-a como um raio sobre a imagem suja diante de mim.

Houve uma ligeira sensação de choque, um mau cheiro, uma escuridão momentânea, e então a coisa se foi; simultaneamente meu Guia desapareceu. O efeito desta experiência sobre mim foi o de criar uma grande tensão de nervos e uma disposição para começar quase tudo. (Você deveria ter trazido de volta para si mesmo o raio que você projetou. N.O.M. E você também deveria ter fechado a abertura que fez para admiti-lo. Resurgam). Depois, quando subi pro andar de cima, eu vi bolas flutuantes de fogo; isso pode ter sido alucinação. (Não. D.D.C.F.)

A minha esposa e eu rapidamente recuperamos a plena saúde. Depois, chegou uma mensagem para mim de que “o espírito imundo se foi, mas permanece para purgar seus traços da casa da vida”. (O efeito foi primeiro sobre o Ruach e depois sobre o Nephesch. N.O.M.)

Uma Nota Final por D.D.C.F. Não é sempre permitido destruir completamente um Elemental; você não deve fazê-lo por sua própria responsabilidade – mas o que você fez foi desintegrar uma forma coletiva construída, não um Elemental, mas muitos, constituídos em um. Sempre invoque as Forças Superiores primeiro, as Angélicas bem como as Divinas.


[1] Nota de S.R.: “Diminua o combustível”, no original. Provavelmente se referia ao querosene do lampião.


Traduzido por Frater S.R.